João Pessoa, 08 de fevereiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
luto na política

Políticos prestam homenagem a José Maranhão

Comentários:
publicado em 08/02/2021 às 22h41
atualizado em 09/02/2021 às 11h14
A- A+
João Azevêdo e José Maranhão disputaram o Governo do Estado em 2018 — Imagem: Maurílio Júnior

Lideranças políticas de todo país prestaram homenagem ao senador José Maranhão (MDB), 87 anos, vítima de complicações da Covid-19. O político morreu nesta segunda (8) após 71 dias internado em São Paulo.

O governador da Paraíba João Azevêdo (Cidadania) disse que a notícia representa “uma tristeza imensa para todos nós, paraibanos e paraibanas. Das muitas vidas perdidas e histórias desfeitas pela pandemia, chega ao fim a trajetória de um homem público que dedicou sua vida ao nosso estado”. O Estado decretou luto oficial de três dias.

O deputado federal Baleia Rossi (SP), presidente nacional do MDB, escreveu nas redes sociais que Maranhão “tem um legado em defesa da democracia e do povo paraibano. Para todos seus familiares e amigos, pedimos muita luz e fé em Deus”.

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), afirmou que, “a Paraíba perde um grande líder, a política perde um grande exemplo e eu perdi um amigo, um professor. Que Deus na sua infinita misericórdia o receba com toda Glória”.

O senador Veneziano Vital do Rêgo, recém-filiado ao MDB, disse que a morte de Maranhão é uma “perda de um grande homem público para a Paraíba, perdemos um ser humano incomum, um homem de extrema dedicação às causas paraibanas e ao seu estado”.

O também senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição no Senado, também lamentou a morte do político paraibano.  “De longe um dos maiores expoentes da nossa política, em muito contribuiu no parlamento. Não à toa, era tão querido em sua amada Paraíba. Envio meus sinceros sentimentos à família e amigos”.

A senadora paraibana Daniella Ribeiro (PP) escreveu: “Sua morte em decorrência da covid-19 deixa a Paraíba em silêncio. Silêncio esse em respeito à sua trajetória, aos seus familiares, à sua memória”.

Já Cícero Lucena (PP), prefeito de João Pessoa, decretou luto de três dias na capital. “Maranhão manteve sua biografia e sua alma limpas mesmo diante das incontáveis disputas políticas que travou, incessantemente defendendo as cores do MDB”, citou.

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, em seu nome e de toda a Corte, lamentou “profundamente a partida do senador José Targino Maranhão, que tantos serviços prestou ao Estado da Paraíba e ao Brasil durante décadas de atividade política como governador, vice-governador, senador, deputado federal e deputado estadual”.

“Após lutar pela vida durante mais de dois meses, infelizmente perdemos mais um colega para a COVID-19. Maranhão se soma às vítimas desse momento difícil que estamos passando no mundo e sua ausência será sentida na política paraibana e brasileira, mas também no lar, no seio de sua família, Minha solidariedade aos familiares na pessoa da desembargadora Fátima Bezerra”, lamentou o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB).

“O senador José Maranhão deixa a vida para entrar na galeria dos notáveis da política. Deixa um legado em defesa da democracia e do povo da Paraíba”, disse o deputado Gervásio Maia, presidente estadual do PSB.

Pollyana Dutra (PSB): “A Paraíba perde hoje um grande homem, um grande líder, um grande ser humano”.

Jutay Menezes (Republicanos): “Ele [José Maranhão] foi deputado estadual e federal, vice-governador, governador e senador. Fez muito pela nossa Paraíba. Trabalhou muito por essa terra. Não posso deixar de destacar que ele foi muito importante para o homem do campo e responsável por obras importantes que garantem até hoje segurança hídrica para nossa terra”.

Camila Toscano (PSDB): “É uma grande perda para os paraibanos a morte do senador José Maranhão. Um homem comprometido com seu povo e que ficou conhecido pelas grandes obras realizadas por todo o estado. Deixo meu voto de mais profundo pesar a todos os familiares, a desembargadora Fátima Bezerra, aos filhos, aos netos do senador, aos amigos e aos paraibanos”.

Pedro Cunha Lima (PSDB): “Com muita tristeza recebemos a notícia da morte do senador Maranhão. Lutou bravamete. Mais um momento que nos faz refletir quão terrível essa doença é. Deixa uma vida de dedicação à Paraíba. Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de profunda dor”.

Tovar Correia Lima (PSDB):“Uma grande tristeza saber da partida de José Maranhão. Um homem íntegro, honesto, que dedicou sua vida à política e aos anseios da população. Sua trajetória jamais será esquecida e esse legado, que tanto nos ensinou, será sempre lembrado”.

A Câmara Municipal de João Pessoa também emitiu nota de pesar. “A Paraíba inteira está de luto. Perdemos hoje um grande paraibano, o Senador José Maranhão. Perdemos um grande companheiro e ícone da vida política do Estado ao longo de sete décadas. Além da imagem política irretocável, José Maranhão foi um pai e marido exemplar. Nesse momento de dor profunda, manifesto meus sentimentos à desembargadora Fátima Bezerra, companheira em vida do Senador, e aos seus amados filhos. O momento é de grande tristeza”, diz o texto assinado pelo vereador Dinho Dowsley.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!