João Pessoa, 05 de fevereiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
diz sudema

Esgoto clandestino causou morte de peixes na Lagoa

Comentários:
publicado em 05/02/2021 às 16h24
atualizado em 05/02/2021 às 14h09
A- A+
Peixes mortos na Lagoa - Foto: Albemar Santos

Um esgoto clandestino foi a causa da morte dos milhares de peixes na Lagoa, no Parque Sólon de Lucena, em João Pessoa, no último dia 22 de janeiro. A constatação é da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), em relatório divulgado nesta sexta-feira (5).

No dia 25 de janeiro, técnicos da Coordenadoria de Medições Ambientais (CMA) da Sudema coletaram amostras da água da lagoa do Parque Solon de Lucena, em razão do surgimento de um grande volume de peixes mortos nos dias 22 e 23.

“Feita a análise em laboratório, constatou-se baixos níveis de oxigênio na água – o que pode levar espécies de peixes menos resistentes à morte –, alta densidade de bactérias indicadoras de esgoto, alterações na cor e presença de odores. Uma vez que trata-se de corpo hídrico lêntico (água parada), a acumulação de diversos tipos de contaminantes, como matéria orgânica advinda de esgoto, pode consumir o oxigênio presente na água, baixando o seu nível”, diz a Sudema em nota.

A equipe coletou amostras de galeria pluvial, ao que se constatou a presença de esgoto (coliformes termotolerantes em alta densidade) e resíduos de produtos de limpeza (fosfatos, sulfatos e cloretos).

A Sudema informou ainda que está em contato com a Prefeitura Municipal de João Pessoa para que seja traçado um plano com o objetivo de identificar lançamentos clandestinos de esgoto na região.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!