João Pessoa, 18 de janeiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ENTREVISTA PROGRAMA HORA H

João defende vacina e chama de marginais propagadores de fake news

Comentários:
publicado em 18/01/2021 às 18h40
atualizado em 18/01/2021 às 18h50
A- A+

O governador João Azevêdo (Cidadania) disse que o atraso do Ministério da Saúde na entrega da vacina para Paraíba não afetará o planejamento do governo estadual para distribuição da doses aos municípios.

Ao programa Hora H, da Rede Mais Rádio, o governante afirmou que entende a ansiedade pelo início da imunização, mas o atraso de poucas horas não causará prejuízo. (ouça no final) 

“Não alterou muita coisa, o que haveria é que provavelmente já estaríamos a partir de meia noite encaminhando as doses para os municípios, o que vai acontecer obviamente amanhã de manhã. Estamos com tudo pronto para essa distribuição. Todos nós temos ansiedade para começar, mas a diferença de distribuir hoje a noite e amanhã de manhã não fará grande diferença”, disse.

O governo do Estado, segundo João Azevêdo, vai utilizar aeronaves para distribuir as doses para as cidades mais distantes de João Pessoa.

O governador adiantou que fará uma campanha de conscientização para vacinação na Paraíba e chamou de “marginais” aqueles que disseminam fakenews sobre o imunizante.

“É um verdadeiro absurdo e irresponsabilidade fazer campanha contra a vacinação, estas pessoas que desestimulam a vacinação sequer estão sabendo interpretar o que significa eficácia e fica dizendo que não tomaria uma vacina com 50% de eficácia. A leitura certa é entender que ela é 100% eficaz para casos graves, se você toma a vacina não tem possibilidade de sofrer internação. Temos que ter responsabilidade com a sociedade. Infelizmente alguns marginais utilizam fake news para desmotivar pessoas ao dizer que vai acontecer isso e aquilo. É inadmissível que não se faça uma campanha de conscientização, a própria Anvisa atestou isso”, declarou.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!