João Pessoa, 26 de Maio de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
exclusivo hora h

“Manter eleição neste ano não é democrático”, diz presidente da CNM

Comentários:
publicado em 26/05/2020 às 18h54
atualizado em 27/05/2020 às 03h24
A- A+

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, defendeu nesta terça-feira (26), em entrevista ao Hora H, da Rede Mais de Rádio, o adiamento das eleições municipais deste ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

“Se ocorrer este ano, as eleições não serão democráticas e não permitirão igualdade de oportunidades, por conta do impacto da pandemia do novo coronavírus”, destacou Aroldi.

Ele defende a unificação dos mandatos com eleição única em 2022, com cinco anos de gestão e sem reeleição. A medida precisaria do aval do Congresso.

“Esta é uma defesa histórica da Confederação e entendemos que teremos a pandemia agora em 2020 e em outro problema pós-pandemia que é a retomada da economia, uma queda brutal na arrecadação dos municípios, se acontecer a eleição, quem assumir vai encontrar uma situação muito difícil pela frente”, disse.

Ouça entrevista

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!