João Pessoa, 23 de Maio de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ALERTA

Chuvas: onze secretarias da PMJP ficam de plantão

Comentários:
publicado em 23/05/2020 às 16h30
atualizado em 23/05/2020 às 15h52
A- A+

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, promoveu reunião com 11 secretários municipais no final da manhã e início da tarde deste sábado (23) para avaliar o quadro gerado pela intensidade das chuvas registradas nas últimas horas na Capital e orientar medidas para minimizar os efeitos nas comunidades e na cidade. As precipitações já atingiram 169 milímetros de ontem para hoje e o acumulado no mês de maio é de 472,8 milímetros, 167% acima do previsto para o período.

Participaram da reunião os secretários da Defesa Civil, Desenvolvimento Social (Sedes), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Infraestrutura, Habitação, Saúde, Planejamento, Educação, Gabinete, Articulação Política e Comunicação.

Ao final da reunião, Cartaxo determinou que todas as secretarias se mantenham de plantão e disponibilizem equipes mobilizadas e trabalhando para prestar assistência imediata em caso de problemas e possíveis chamados da população.

A Defesa Civil e as secretarias de Infraestrutura, Desenvolvimento Urbano e Habitação se preocupam com problemas de infraestrutura nas comunidades. Além de pessoal, as pastas estão equipadas com máquinas para intervenções gerais. Já as secretarias de Desenvolvimento Social, Saúde, Educação, Gabinete e Articulação Política estão preparadas para assistência a possíveis famílias desalojadas, com alojamento, alimentação e assistência médica.

De acordo com o relato de secretários, os rios que cortam João Pessoa subiram de nível devido ao grande volume de chuvas e causaram problemas nas comunidades Tito Silva e São Rafael, com a inundação de algumas casas. Todas as famílias atingidas já receberam assistência.

Um problema novo surgiu nas comunidades Nova Jerusalém, em Colinas, e Terra Prometida, em Gramame. São áreas de ocupação em terreno de represa. A Prefeitura mobilizou várias equipes para tentar resolver o problema e dar assistência às famílias daquelas localidades. Outra comunidade atingida pelas águas foi a João Paulo II, que também já recebeu assistência das equipes municipais.

Durante a reunião, foi possível perceber que as antigas áreas de alagamento, como Timbó, bairro São José, onde quase 200 famílias foram retiradas da beira do rio, Saturnino de Brito e diversas outras, suportaram bem o grande volume de chuvas e não registraram inundações de casas. Apesar das fortes chuvas, vários pontos de alagamento dentro da cidade também suportaram o grande volume d’água e os problemas foram bem menores.

A Defesa Civil de João Pessoa informou que existe um alerta vermelho da Defesa Civil Nacional para as próximas 24 horas, indicando que as precipitações vão continuar.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!