João Pessoa, 22 de Maio de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
celso de mello

STF envia à PGR pedido de apreensão do celular de Bolsonaro

Comentários:
publicado em 22/05/2020 às 10h24
atualizado em 22/05/2020 às 09h33
A- A+
Ministro Celso de Melo (foto: Carlos Moura)

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Celso de Mello, remeteu à Procuradoria-Geral da República (PGR) notícias crimes apresentadas por partidos e parlamentares que solicitam desdobramentos na investigação sobre a possível interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Polícia Federal.

Dentre as medidas requeridas, estão o depoimento de Bolsonaro, além da busca e apreensão do celular do presidente e de seu filho, o vereador carioca Carlos Bolsonaro, para perícia.

“A indisponibilidade da pretensão investigatória do Estado impede, pois, que os órgãos públicos competentes ignorem aquilo que se aponta na “notitia criminis”, motivo pelo qual se torna imprescindível a apuração dos fatos delatados, quaisquer que possam ser as pessoas alegadamente envolvidas, ainda que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República, independentemente do Poder (Legislativo, Executivo ou Judiciário) a que tal agente se ache vinculado”, escreveu o ministro do STF.

As notícias-crimes foram apresentadas logo após o ex-juiz Sergio Moro pedir demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública. À época, ele alegou que o presidente estava interferindo politicamente na Polícia Federal.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!