João Pessoa, 17 de setembro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
economia

Tovar: ‘Governo pode provar que não persegue CG’

Comentários:
publicado em 17/09/2019 às 15h43
atualizado em 17/09/2019 às 18h40

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) disse, nesta terça-feira (17), na tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que o Governo do Estado tem uma ‘grande oportunidade’ de mostrar que não persegue e nem ‘trava’ o crescimento econômico de Campina Grande.

Segundo o parlamentar, basta investir no Complexo Aluízio Campos, na atração de novas indústrias e empresas para se instalarem no espaço que deve ser entregue pelo prefeito Romero Rodrigues em outubro.

Tovar lembrou ainda que o complexo Aluízio Campos não contou com a ajuda do Governo do Estado e oferece a oportunidade da gestão estadual ‘provar à Paraíba que não é verdade que grandes indústrias não tem ido para Campina Grande por pura perseguição ou pelo fato de que indústrias que se interessaram foram ameaçadas de retirada de benefícios fiscais’. “Essa é a oportunidade para que o governo socialista mostre que não persegue Campina e nem entreva seu desenvolvimento”, disse.

O deputado defende que o Estado precisa espalhar o crescimento industrial por toda a Paraíba, interiorizando o desenvolvimento, garantindo mais empregos e gerando renda. De acordo com o parlamentar, Campina Grande está pronta para receber novas indústrias e empresas. “A cidade fez e continua fazendo seu dever de casa e espera uma retribuição por parte do Governo do Estado”, afirmou.

Para Tovar, se o Governo do Estado quer trabalhar na atração de empresas para a Paraíba é preciso dar o primeiro passo que é reduzir a carga tributária imposta aos paraibanos nos últimos oito anos.

“Hoje até um simples aumento de voos tem que ser negociado pessoalmente com o Governo do Estado. Por conta das alíquotas proibitivas do imposto sobre os combustíveis da aviação essa negociação precisa ser feita diretamente com a gestão estadual. O governo em sua miopia ainda não entendeu que se não colocar alíquotas menores de impostos poderá recolher mais porque mais empresas virão ao nosso Estado”, destacou o deputado.

Aluízio Campos – Segundo o deputado Tovar, o Aluízio Campos dispõe de uma área de 600 hectares que pode abrigar diversas indústrias. “Ele está ao lado do conjunto habitacional com 4.100 residências, o maior em construção em todo o Brasil, contando com infraestrutura física e social com Escolas, Creches, Craes e mão de obra física para atender as necessidades das empresas que irão se instalar no local”, afirmou.

Infraestutura – O deputado destacou a infraestrutura de Campina para receber empresas, indústrias e negócios. “Temos um grande potencial na área tecnológica, possuímos mão de obra qualificada, temos pesquisas avançadas e desenvolvemos tecnologia de ponta. Nossas universidades são referência nacional”, disse.

Exportação – Campina Grande também é a cidade paraibana que mais realiza exportação. Os dados mostram que de janeiro a setembro de 2018, foi exportado um volume de 38,47 milhões de dólares. Entre os principais produtos exportados estão calçados, granito e fios de fibras sintéticas, entre outros. A cidade exportou para 68 países, entre eles França, Portugal, Filipinas, Paraguai, Argentina, Austrália, Israel, África do Sul e República Dominicana, entre outros.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também