João Pessoa, 24 de abril de 2013 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SaÚde

Coopanest esclarece acordo feito com a Secretaria de Saúde do Estado

Comentários:
publicado em 24/04/2013 às 18h27
A- A+

A Cooperativa dos Anestesiologistas da Paraíba (Coopanest–PB) divulgou uma nota esclarecendo os detalhes do acordo firmado com a Secretaria Estadual de Saúde, durante reunião ocorrida na última segunda (22). Ficou estabelecido que os anestesistas permanecerão por um período de 90 dias trabalhando sem renovação contratual. Os danos causados à população carente e a falta de outros profissionais para substituí-los foram as principais razões que motivaram os médicos a retomarem os serviços nos hospitais do Estado.

“Preocupados com os prejuízos causados à população devido à suspensão do serviço, resolvemos dar continuidade aos atendimentos por um período de 90 dias, mesmo sem renovar os contratos, até que o conflito jurídico sobre a atuação das cooperativas médicas na Paraíba seja resolvido na Justiça do Trabalho”, alegou Azuil Vieira, presidente da Coopanest.

O secretário de saúde do Estado, Waldson de Souza, garantiu que, durante o período de vigência do acordo, buscará uma solução para resolver o impasse da renovação contratual dos médicos junto à Justiça do Trabalho.

Com a decisão, o Complexo Pediátrico Arlinda Marques e o hospital General Édson Ramalho, em João Pessoa, além dos hospitais regionais de Guarabira, Itabaiana e Itapororoca terão assegurados os serviços dos médicos anestesistas e, consequentemente, a volta da realização dos procedimentos cirúrgicos.

Leia a nota na íntegra:

NOTA

A Cooperativa dos Anestesiologistas da Paraíba – COOPANEST – PB, vem à público, diante de notícias veiculadas nos meios de comunicação, prestar os seguintes esclarecimentos à população:

1) Em reunião realizada na última sexta-feira – 19 de abril de 2013, da qual participaram representantes do Ministério Público Estadual, da COOPANEST-PB, da Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, da Procuradoria Geral do Estado e de outras Cooperativas de Especialidade Médicas, restou demonstrado pelos representantes Estatais, os prejuízos que a suspensão dos serviços médicos representam para a população que utiliza serviços do Sistema Único de Saúde.

2) Nova reunião foi designada para o dia 22 de abril do corrente, na qual a COOPANEST-PB, sensibilizada com o efeito da suspensão das atividades dos seus Cooperados, e diante da alegada ausência de outros profissionais que os substituíssem, firmou compromisso com o Estado da Paraíba de assegurar a continuidade dos serviços por um período de 90 dias, mesmo sem renovar os contratos.

3) No referido período, o Estado da Paraíba, por meio de seu Secretário de Saúde, firmou o compromisso de buscar solução para resolver o impasse criado com decisão emanada da Justiça do Trabalho que impede a renovação dos contratos firmados com as Cooperativas Médicas.

4) A COOPANEST-PB espera que o Estado da Paraíba atue diligentemente, tomando as providências necessárias a evitar maiores prejuízos à população com a suspensão dos serviços após o término do período pactuado.

João Pessoa, 23 de abril de 2013
Azuil Vieira de Almeida
Presidente

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!