João Pessoa, 25 de abril de 2013 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
JOÃO PESSOA

Rômulo prestigia comemoração de 58 anos do Grupamento de engenharia

Comentários:
publicado em 25/04/2013 às 17h21
A- A+

 O vice-governador Rômulo Gouveia participou nesta quinta-feira (25) das comemorações do 58º aniversário de criação do 1° Grupamento de Engenharia. Rômulo destacou a importância do Grupamento para Paraíba, lembrando que o Exército é responsável por parte da duplicação de BRs e de trechos da Transposição do Rio São Francisco.

O 1º Grupamento de Engenharia, criado em 1955 é o Grande Comando de Engenharia com sede em João Pessoa-PB, responsável pelo apoio de Engenharia na região Nordeste tendo como subordinados: o 1º Batalhão de Engenharia de Construção, sediado em Caicó – RN; 2º Batalhão de Engenharia de Construção, sediado em Teresina – PI; 3º Batalhão de Engenharia de Construção, sediado em Picos – PI; 4º Batalhão de Engenharia de Construção, sediado em Barreiras – BA e o 7º Batalhão de Engenharia de Combate, sediado em Natal – RN.

O Grupamento surgiu da necessidade de assegurar a conjugação dos esforços de três Unidades de Engenharia pioneiras: o 1º Batalhão Rodoviário e os 3º e 4º Batalhões Ferroviários, com sedes, respectivamente, em Caicó (RN), Campina Grande (PB) e Crateús (CE).

Suas missões iniciais abrangiam a construção de rodovias e ferrovias e a execução de obras contra os efeitos da seca. Contudo, ao longo de sua história o Grupamento sofreu diversas modificações, tanto em sua organização como em seu dispositivo.

Em 1956 foi criada mais uma Unidade, o Batalhão de Serviços de Engenharia, com sede em Campina Grande (PB). Ao mesmo tempo, o Comando do Grupamento foi transferido para Natal (RN) e, no mesmo ano, para João Pessoa (PB).

Em 1957, o 1º Batalhão Rodoviário e os 3º e 4º Batalhões Ferroviários foram transformados em Batalhões de Engenharia de Construção. No mesmo ano, foi criada mais uma Unidade subordinada ao Grupamento: o 2º Batalhão de Engenharia de Construção, com sede em Teresina (PI).

Em 1965, foi extinto o Batalhão de Serviços de Engenharia, pelo mesmo Decreto que criou o 5ºBatalhão de Engenharia de Construção em Porto Velho (RO).

Na década de 70, o Grupamento passou a denominar-se 1º Grupamento de Engenharia de Construção e sofreu novas alterações em seu dispositivo. O 1º Batalhão de Engenharia de Construção foi transferido para São Gabriel da Cachoeira (AM) e subordinado ao 2º Grupamento de Engenharia de Construção, com sede em Manaus (AM). Os 3º e 4º Batalhões de Engenharia de Construção foram transferidos para Picos (PI) e Barreiras (BA), respectivamente, onde permanecem.

Em 1982 o 1º Batalhão de Engenharia de Construção foi reincorporado ao 1º Grupamento e voltou a ocupar sua sede em Caicó (RN).

Em 8 de junho de 1999, o Ministro do Exército concedeu ao então 1º Grupamento de Engenharia de Construção a denominação histórica de “Grupamento General Lyra Tavares”, em homenagem a este grande engenheiro pessoense que foi Ministro do Exército, membro da Academia Brasileira de Letras, embaixador e autor de vários livros, poesias e da canção da Engenharia do Exército Brasileiro.

Em 1º de agosto de 2005, mais uma vez reorganizado, o Grupamento incorporou o 7º Batalhão de Engenharia de Combate (Natal/RN) e passou a ter novamente sua denominação original: 1º Grupamento de Engenharia.

Hoje, o Grupamento “General Lyra Tavares” tem, entre suas missões: proporcionar apoio de Engenharia ao Comando Militar do Nordeste e contribuir com o desenvolvimento nacional coordenando a execução de obras de cooperação.

Atualmente, destacam-se as obras de adequação da capacidade rodoviária da BR 101/NE e da BR 135/PI, a recuperação da pista do Aeroporto de São Luís (MA), a construção da pista e do pátio de estacionamento do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN) e do Anel Viário da cidade de Barreiras (BA) e trabalhos atinentes aos Projetos de Integração e de Revitalização do Rio São Francisco.

Assessoria 

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!