João Pessoa, 19 de julho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Humanizado e inovador

‘Help’ será inaugurado em janeiro de 2020

Comentários:
publicado em 19/07/2019 às 14h07

Campina Grande, enfim, pôde conhecer o projeto do equipamento de saúde que vai revolucionar o atendimento à população e o ensino médico em todo o Nordeste. Em evento realizado nesta quinta-feira (19), no Teatro Facisa, foi apresentado o Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa, o Help, mais novo centro hospitalar do município e que vai unir tecnologia, inovação e atendimento humanizado trazendo um novo conceito na área da saúde, em um ambicioso projeto encabeçado pela Unifacisa. A apresentação contou com a presença de diversas autoridades e representantes da classe médica do Nordeste. Segundo o chanceler do centro universitário, Dalton Gadelha, a primeira etapa do hospital será entregue em janeiro do ano que vem.

“Vamos inaugurar a primeira etapa em janeiro de 2020, com 25 ambulatórios, e devemos entregar o restante entre dezembro do ano que vem e janeiro de 2021. A apresentação deste projeto é um momento de extrema felicidade, pois estamos há 20 anos trabalhando por educação, cultura, esporte e saúde para Campina Grande e agora chegou o maior desafio de nossas vidas. O Help é um hospital que já nasce no futuro, com aparato tecnológico de primeira linha colocado à disposição da Paraíba e de todo o Nordeste”, disse Dalton.

Localizado no bairro das Malvinas, ao lado do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, o Help terá 23.000 m² de área construída, com 205 leitos na primeira etapa e 400 leitos na segunda, além de um moderno centro de diagnóstico, três UTIs (adulto, infantil e neonatal), pronto atendimento adulto e pediátrico e centro de oncologia com equipamentos de última geração. O hospital também contará com um grande centro de treinamento médico e um núcleo de pesquisa de ponta, com participação de parceiros nacionais e internacionais.

Diretora de Estratégia e Governança da Unifacisa e arquiteta responsável pelo projeto do Help, Carolina Gadelha detalhou a idealização e construção do hospital para o público presente e destacou o compromisso com o atendimento humanizado por meio da tecnologia de última geração. Carolina também frisou que o Help irá oferecer atendimento de qualidade para toda a população, proporcionando uma transformação na saúde do município.

“É um projeto focado em humanização hospitalar e que terá uma importância muito grande na parte de inovação e tecnologia, que são os grandes diferenciais do Help, revolucionando a saúde de Campina Grande. Além disso, como o hospital irá atender o Serviço Único de Saúde (SUS), convênios e também atendimentos particulares, toda a população será favorecida. Já fizemos toda a parte de montagem de estrutura e vamos partir para a alvenaria e instalações, que é uma fase delicada, mas que vai dar o desenvolvimento que precisamos”, afirmou a diretora.

Para o diretor de Inovação em Saúde da Unifacisa, Diego Gadelha, a chegada do Help preenche uma grande carência do município e da região no atendimento médico. “A apresentação deste projeto é um marco, pois iniciamos a fase mais detalhada e o acabamento do hospital, para ser entregue o mais rápido possível à população, que anseia por um equipamento de alta tecnologia e qualidade. O Help chega para suprir as lacunas que existem na prestação médica aqui na Paraíba e proporcionar uma estrutura inovadora para o atendimento e também no ensino médico para nossos alunos”.

Reitora da Unifacisa, Gisele Gadelha enfatizou a satisfação do centro universitário em oferecer à população de Campina Grande uma nova ferramenta de saúde. “Estamos muito felizes e orgulhosos pela possibilidade de trazer para a cidade um aparelho como o Help. Faz com que possamos enfrentar com ainda mais força todos os desafios na área, desenvolvendo pesquisas, trazendo soluções para doenças e reforçando nosso papel como educadores, que é estar à frente de tudo isso”, disse.

Também destacando o ganho para a saúde do município, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, marcou presença no evento de apresentação e comemorou a chegada do Help. “O hospital chega com atendimento em áreas de especialidades nas quais a demanda é cada vez mais crescente, além de oferecer atendimento humanizado, com serviço de excelência e atenção de qualidade para pacientes inclusive do próprio SUS. Temos que dar os parabéns a todos que fazem a Unifacisa, que capitaneia tudo isso. Como filho da cidade, cidadão e prefeito, quero agradecer pelo investimento, que já gera emprego para Campina Grande a partir da construção”, pontuou.

Chefe de Gabinete na Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Maria Inez Gadelha se mostrou impressionada com o projeto tecnológico do Help. “Estou admirada com um empreendimento dessa natureza, tão ousado, inovador e tão bem executado. Estive na construção e enxergo o Help como algo muito bem pensado. Acredito que a ideia de expansão que Dalton traz e o conceito de ecossistema é algo que pode não ter limites. Campina Grande está de parabéns e se tornará um polo de inovação na saúde com essa integração tão bem-feita”, elogiou Maria Inez.

Na visão do secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, o Help traz consigo a visão de futuro presente em todos os projetos da Unifacisa. “É mais um empreendimento que traz a qualidade incorporada por Dalton e todo o centro universitário. Acompanho a trajetória da Unifacisa desde o início e sou testemunha desse esforço. O governo do Estad

o está presente para demonstrar todo o apoio a esse empreendimento. Campina Grande tem um vazio assistencial que tem que ser preenchido e o Help chega na hora certa para suprir esse vazio na oncologia, clínica médica, hemodinâmica, enfim, em elementos que estão faltando na saúde da cidade”.

Geração de empregos

Durante a etapa de obras, o Help já foi responsável pela geração de aproximadamente 500 empregos. Após a inauguração, o hospital deverá oferecer mais 1000 vagas de trabalho para profissionais da saúde e outras áreas. A diretoria da Unifacisa destacou que a seleção de candidatos ainda não foi iniciada e será realizada apenas de forma on-line, dentro de alguns meses.

“A seleção ainda será divulgada, estamos na fase de elaboração do plano de negócios e de atividades. A partir de outubro ou novembro vamos começar a divulgar como será o critério de seleção e aproveitamento dos futuros colaboradores do Help. Além disso, com toda a estrutura funcionando e com a chegada de empresas de biotecnologia, produtos farmacêuticos e insumos, teremos um aumento ainda maior no número de vagas de emprego”, destacou Dalton Gadelha.

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também