João Pessoa, 07 de junho de 2013 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
COPAN

Moradora de prédio é multada após visita fazer sexo nas escadas

Comentários:
publicado em 07/06/2013 às 16h25
A- A+

 Uma moradora do bloco E do Edifício Copan, considerado um dos cartões postais da capital paulista, recebeu uma multa de R$ 678 do condomínio após um casal de visitantes do Rio de Janeiro ser flagrado fazendo sexo nas escadas que dão acesso ao terraço.

O caso ocorreu às 22h20 do último dia 27 de maio, quando o casal foi flagrado pelos seguranças nas escadarias. Eles entraram no edifício com autorização, mas não descerem no andar da amiga, mas no último do prédio.

Para ajudar a moradora, a jovem que fez sexo nas escadas criou um perfil no site “Vakinha” buscando arrecadar o dinheiro da multa da condomínio da amiga.

Localizado na Avenida Ipiranga, no centro de São Paulo, e projetado na década de 50 pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Edifício Copan tem 115 metros de altura e abriga 1.160 apartamentos divididos em seis blocos, além de uma área comercial no térreo.

Com o nome de Alana Milesi e residente no Rio de Janeiro, a garota que foi flagrada em pleno ato sexual nas escadas diz no perfil criado no "Vakinha":

O perfil foi criado no dia 31 de maio e, desde então, a jovem mudou a cidade de residência, de Rio de Janeiro para São Paulo e também alterou sua idade. O perfil inicial indicava 24 anos. Atualmente, a jovem diz ter 25 anos.

Caso vai para Justiça, diz síndico – O síndico do Copan, Affonso Celso Prazeres de Oliveira, confirmou que a multa foi dada para a moradora do bloco. O valor ainda não foi pago. “Ela tem 15 dias de prazo. A multa já foi dada, não vamos mais nos manifestar. Isso será levado ao Poder Judiciário. É atentado violento ao pudor”, afirmou Oliveira.

“O caso é público e clama para ser levado ao Poder Judiciário”, acrescentou. Ele não confirmou se registrou boletim de

Ocorrência sobre o caso – A moradora alugou o apartamento há 30 dias, diz o síndico. “No bloco E há quitinetes e apartamentos de um quarto, inclusive apartamentos grandes, com 60 metros quadrados. Mas não podemos dar informações do morador”, afirmou.

A reportagem não conseguiu contatar a moradora e o casal flagrado.

No perfil inicial que havia criado no “Vakinha”, Alana afirmou que havia viajado de férias para São Paulo e que ficou hospedada na casa da amiga no Copan.

Até a manhã desta sexta-feira (7), a vaquinha da garota, chamada de “Peripécias no Copan”, já havia recebido 9.493 visitas e recebido 41 mil compartilhamentos no Facebook. A arrecadação, porém, foi pequena até então: apenas R$ 20, a confirmar.

G1

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!