João Pessoa, 25 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SEGUNDO JORNAL

Cavani recusa 1 milhão de euros para deixar Neymar bater pênaltis no PSG

Comentários:
publicado em 25/09/2017 às 13h30
atualizado em 25/09/2017 às 10h32
A- A+

A briga entre Neymar e Edinson Cavani sobre quem será o batedor oficial de pênaltis no Paris Saint-Germain ainda continua. O jornal “El País” informa nesta segunda-feira que o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi teria oferecido 1 milhão de euros (cerca de R$ 3,7 milhões) para que o uruguaio abrisse mão das cobranças. No entanto, de acordo com o diário espanhol, o camisa 9 recusou a proposta.

Segundo a publicação, fontes próximas ao PSG afirmam que o cartola enviou um intermediário para apresentar sua oferta a Cavani. Esse é o mesmo valor que já consta no contrato do atacante caso ele seja artilheiro do Campeonato Francês. Ou seja, se o uruguaio cede-se ao pedido, ele receberia um milhão de euros extra.

“O dirigente esperava pacificar o vestiário, que está turbulento, mas que evidencia a crise cada vez que Neymar e Cavani disputam para cobrar as penalidades, mas sua tentativa foi em vão”, disse o “El País”.

Os emissários de Al-Khelaifi, então, optaram por tentar um acordo com Neymar e o pediram para esquecer as penalidades. Eles disseram que ele era um “jogador total” e eles sugeriram que o “rei da equipe” deveria ceder as penalidades ao camisa 9, que vivem de marcar. Neymar não entendeu bem o motivo que lhe deram.

A confusão

De acordo com informações divulgadas pelo jornal francês “L’Équipe”, na segunda-feira, tudo começou quando Cavani e Neymar discutiram por uma cobrança de penalidade máxima. Cavani, cobrador oficial, não aceitou que o brasileiro cobrasse. Pegou a bola após discussão com Ney, bateu e perdeu. Antes disso, Daniel Alves “escolheu” Neymar para cobrar a falta que o uruguaio queria bater.

No vestiário, Cavani reclamou com Neymar. O brasileiro, nervoso, retrucou. Foi aí que o capitão Thiago Silva e o companheiro de zaga Marquinhos precisaram chegar para separar os dois artilheiros.

Também na segunda, Cavani falou sobre o assunto e minimizou o problema.

“Essas são coisas que criam. Não sei porque criam todas essas histórias. Na verdade, creio que, às vezes, são questões que se passam no futebol. É uma história que soube agora, falando com meu irmão, de que Cavani não deixa bater pênaltis ou tem um problema com Neymar. A verdade é que não tem problema nenhum”, disse ao programa “Gol de Medianoche”, da “Radio Universal”.

Na terça, o jornal “Sport” divulgou que Neymar exige que Cavani seja negociado pelo clube francês.

Extra

MaisTV

Carreta tomba em curva na Serra de Santa Luzia no Sertão

vídeo - 17/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas