João Pessoa, 30 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Segurança Pública

Sistema de Rádio Comunicação Digital chegará em setembro

Comentários:
publicado em 30/08/2017 às 16h59
A- A+

Até a primeira quinzena do mês de setembro, toda a região de Campina Grande estará coberta pelo sistema de rádio comunicação digital adquirido pelo Governo do Estado para as Forças de Segurança da Paraíba.

A segunda etapa da tecnologia representa um investimento de R$ 33 milhões e já está funcionando na grande João Pessoa, assim como nos litorais sul e norte paraibanos. Na Rainha da Borborema está em fase final de implementação.

De acordo com o secretário da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, os equipamentos da Motorola Solutions do Brasil estará proporcionando às Polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, Sistema Penitenciário e Departamento Estadual de Trânsito (Detran) uma comunicação segura com cobertura de 90% do território paraibano até o fim deste ano.

“Nesta segunda fase, serão mais nove antenas instaladas e 30 municípios abrangidos pela tecnologia, que permite o desenvolvimento de diversas aplicações, como a utilização de GPS, dispondo da localização exata dos terminais, tanto no caso de viaturas, como de rádios de mão”, explicou o secretário.

Na primeira fase de implantação, foram cobertos 26 municípios, beneficiando uma população superior a 1,2 milhão. Ao término das instalações, serão 40 antenas (sítios de repetição) instalados em território paraibano, recebendo e distribuindo informações para 5.600 rádios, entre portáteis, móveis e fixos.

As mensagens de áudio e texto serão protegidas por criptografia, impedindo que terceiros tenham acesso à comunicação efetuada entre as polícias.

“Tivemos muitos desafios, todos superados, e estamos saindo de uma realidade analógica para a digital. Este é o maior investimento do Governo do Estado em Segurança Pública nos últimos anos e envolve uso de uma tecnologia de ponta e robusta, chamada Tetra, utilizada em países da Europa, como Alemanha, França e Espanha. A fabricação, inclusive, é alemã. O objetivo é fazer com que as forças de segurança possam se comunicar de maneira mais ágil e segura, o que reflete em uma melhor prestação de serviço à população”, destacou Cláudio Lima.

MaisPB

MaisTV

Dia D: João defende vacina obrigatória contra a Covid-19

CAMPANHA DE VACINAÇÃO - 25/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas