João Pessoa, 27 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
VÍDEO

Ricardo critica MP e Judiciário 

Comentários:
publicado em 27/08/2017 às 14h45
atualizado em 28/08/2017 às 05h25
A- A+

O governador Ricardo Coutinho concentrou seu discurso na polêmica em torno do fim do racionamento de água em Campina Grande. Em ato público neste domingo (27), mesmo ressaltando respeito às instituições, Coutinho criticou “palpites” do Poder Judiciário e Ministério Público e atacou lideranças contrárias  ao fim do racionamento. (Veja trecho do discurso abaixo)

“Se perde o limite das coisas. Tem palpite para todo lado só não se respeita a questão técnica, que é a Agência Nacional das Águas, a Agência Estadual, a Cagepa”, afirmou.

Outro alvo do discurso ácido do governador foi o prefeito de Campina, Romero Rodrigues. Conforme o governador, a Prefeitura de Campina Grande é maior devedora da Cagepa e acumula uma dívida de R$ 200 milhões. “É fácil dizer que a Cagepa não funciona quando ele mesmo não paga”, frisou.

Dando um tom político ao seu discurso, o governador afirmou que iria “derrotá-los novamente”.

“Aqui não é tribuna do senado quando conspiraram contra democracia, derrubaram um governo sem crime de responsabilidade”, pontuou.

Em outro trecho do seu discurso, o governador garantiu apoio ao ex-presidente Lula e destacou a posição do Governo do Estado. “Não abrimos nem para um trem carregado de pólvora”, disse.

Confira:

MaisPB

MaisTV

“Nordeste não é problema, é solução”, diz João Dória

AGENDA NA PARAÍBA - 23/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas