João Pessoa, 14 de março de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
realização de exames

Após passar mal, Schülle não viaja com Belo para São Paulo

Comentários:
publicado em 14/03/2016 às 09h45
atualizado em 14/03/2016 às 08h34
A- A+

Após passar mal no jogo contra o Sousa, nesse domingo (13) no estádio Almeidão, o técnico do Botafogo, Itamar Schülle, não viajou, na madrugada desta segunda-feira (14) para a cidade de Lins, em São Paulo, onde o Belo enfrentará o Linense, na próxima quarta-feira (16), na estreia da Copa do Brasil.

Schülle ficou em João Pessoa para a realização de exames médicos. Ontem, ainda no primeiro tempo do jogo contra o Sousa, o treinador passou mal e precisou ser levado a uma ambulância. Por mais de 15 minutos, o treinador esteve sob os cuidados médicos, o que gerou uma apreensão. A razão foi um pico hipertensivo.

A depender dos resultados dos exames, Schülle ainda pode viajar para acompanhar o primeiro jogo do Botafogo na Copa do Brasil.

“Itamar sentiu fortes dores na cabeça. Havíamos percebidos certo incomodo e o encaminhamos para ambulância. Foi constato um pico hipertensivo sendo feita uma medicação de urgência. Ele permaneceu com dor na cabeça, mas a pressão abaixou um pouco. O que preocupou foi à pressão ter aumentado demais num período muito rápido. Ele estava bem quando a pressão subiu e ele sentiu uma forte dor”, explicou o médico do clube, Fábio Farias.

Para Fábio, o desgaste emocional provocado nos últimos jogos do Botafogo, pode ter levado Schülle a sentir o impacto da pressão alta.

“Essa vida de treinador no dia a dia é muito estressante. No momento o time não estava bem. Ele se preocupou um pouco e provocou esse aumento de pressão. Também tem o extracampo, a semana inteira, tivemos um jogo desgastante contra o River (na última quinta-feira) e, também o de hoje. Foi estressante. Chega um momento que a pressão não suporta.”

Apesar do mal-estar, Schülle acompanhou o segundo tempo do banco de reservas, mas com o seu auxiliar Gamarra a beira do campo comandando a equipe. O Botafogo-PB bateu o Sousa por 2 a 0, com dois golaços do volante Val, mas acabou vaiado em determinados momentos da partida.

Maurílio Júnior – MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!