João Pessoa, 26 de agosto de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
artes

Margarete Aurélio faz exposição na Usina Cultural Energisa

Comentários:
publicado em 26/08/2015 às 08h50
A- A+

A galeria de Arte da Usina Cultural Energisa inaugura, nesta quinta-feira, 27 de agosto, às 20h, a exposição individual “Mesmas Meninas. Outras Meninas”, da artista plástica paraibana Margarete Aurélio, selecionada no Edital de Ocupação 2015_2016. As obras trazem trabalhos de resina aplicada sobre desenhos, pinturas e colagens em vários suportes, como tela, cartão, madeira, papel, etc. A exposição tem entrada franca e fica em cartaz até 27 de setembro.

Desde sua criação, em 2003, a Usina Cultural Energisa tem sido palco de grandes eventos, como o Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa (Cineport) e o Prêmio Energisa de Artes Visuais. E a Usina não para. Uma programação mensal com projetos permanentes como a Usina da Música, Sarau da Usina, Palco Aberto, Clube do Vinil, Café Filosófico, Domingo na Usina, Violadas, e espaços como a Galeria de Arte, Livraria da Usina, Espaço Energia e Café da Usina, atraem diariamente um público interessado em apreciar shows, concertos, exposições, lançamentos de livros, cinema, teatro.

Em 2015, retomamos a ocupação da galeria de arte da Usina com uma série de exposições, coletivas e individuais, com destaque para a produção local e propondo o reconhecimento desses artistas, notadamente daqueles talentos surgidos no Arte na Empresa, programa de exposições realizado ininterruptamente pela Energisa, na Paraíba, desde 2008, nas cidades de Patos, Campina Grande e João Pessoa.

As exposições desta temporada se estenderão até meados do próximo ano, sendo a galeria ocupada periodicamente por artistas selecionados pelo Edital de Ocupação da Usina Cultural Energisa 2015-2016. Com essa iniciativa, o público tem oportunidade de melhor conhecer a produção dos artistas da nossa terra.

É a Usina Cultural Energisa, cumprindo o seu papel na geração de cultura e arte, fazendo dessa honrosa missão um marco de aproximação entre artistas e público.

 

MESMAS MENINAS. OUTRAS MENINAS

 

A exposição “Mesmas Meninas. Outras Meninas” retrata uma nova leitura de crianças do Sítio Turgão, que fica nos arredores de Monteiro, Cariri Paraíbano, que se tornaram amigas e “modelos” da artista, desde seu primeiro encontro com elas, em 1999. Passado tanto tempo, as meninas cresceram e se tornaram outras meninas. Com isso, na tentativa de criar uma nova série de obras sobre as meninas, Margarete deixou de lado fotografias e imagens e foi buscar na memória uma nova forma de mostrá-las.

Neste trabalho, a artista experimentou papéis e materiais, resina e outras texturas que, naturalmente, resultou em ‘outras meninas’. “Tatuadas, coladas, camufladas, quase invisíveis… Mas minha memória teima em preservá-la. E a aplicação de resina também dá ideia de permanência, como as mesmas meninas: simples, alegres, tristes”, revela Margarete.

Para o artista plástico e curador Dyógenes Chaves, a série de trabalhos que compõe a exposição “Mesmas Meninas. Outras Meninas” trazem o melhor momento da artista paraibana. “Quando me apresentou, há pouco tempo, uma série inédita de obras, com aplicação de resina na superfície, fruto de imensa prática para dominar o tempo certo de cura, comecei a crer que se tratava do momento mais amadurecido do seu fazer artístico e conceitual. A resina sobre a obra iria garantir, segundo ela, a permanência do tempo. Ou seja, essas meninas, que hoje já estão adultas, continuariam para sempre as mesmas meninas”, declara.

CURRÍCULO DA ARTISTA

Margarete Aurélio é natural de Campina Grande, Paraíba, 1967. Vive e trabalha em João Pessoa. Formação: Oficina Desenho, desenho, com Gil Vicente, XII Fenart, Funesc (João Pessoa-PB, 2008); Oficina Tudo é desenho, com Chico Dantas, Usina Cultural Energisa (João Pessoa, 2008); Oficina de Estêncil, com Mônica Nador, Jamac (São Paulo, 2013). Exposições individuais: As meninas, Centro Cultural BNB (Fortaleza-CE, 2008), Zarinha Centro de Cultura (João Pessoa, 2007), Hall da Energisa (João Pessoa, 2007), Galeria Louro&Canela (João Pessoa, 2007); Festa do Brasil, Begegnungszentrum (Erlangen/ Alemanha, 2008); Crianças do Porto do Capim, Galeria de Arte Archidy Picado/ Funesc (João Pessoa, 2007); Crianças do Brasil, Galerie Tanzerei‐Fürt (Nuremberg/ Alemanha, 2006); Images de lumière, Galerie Renoir, Le Latina (Paris/ França, 2005); Gente do Sertão, Galerie Tanzerei‐Fürt (Nuremberg/ Alemanha, 2004); As meninas do sobrado, Aliança Francesa João Pessoa (2000); Cores da vida, Galeria Funjope (João Pessoa, 1999); Cores do Maracatu/ XXIII Festival de Inverno de Campina Grande, Teatro Municipal (Campina Grande-PB, 1998); Personagens da Feira/ XII Congresso Brasileiro de Teoria e Crítica Literária, Teatro Municipal (Campina Grande, 1995), XIX Festival de Inverno de Campina Grande, Teatro Municipal (Campina Grande, 1994); Pinturas, Galeria Arte Nossa (João Pessoa, 1994). Exposições coletivas: Gente do Mundo, Centro Cultural BNB (Juazeiro-CE, 2014); Nossa terra, nossos valores, Galeria Gamela e Estação das Artes Luciano Agra (João Pessoa, 2013); 12º Salão Nacional de Artes de Itajaí (Itajaí-SC, 2010); As cores da arte paraibana, Usina Cultural Energisa (João Pessoa, 2010); Obra Inventário [Vídeo nas Trincheiras], Espaço Cultural Marcantonio Vilaça (Brasília-DF, 2010); Desenho: tudo é desenho!, Centro Cultural BNB (Sousa-PB), Galeria de Arte Archidy Picado/ Funesc (João Pessoa, 2009); Universo feminino, Casarão 34 (João Pessoa, 2008); IX Bienal do Recôncavo – Menção Honrosa, Centro Cultural Dannemann (São Félix-BA, 2008); Terra ignota – Homem do Norte, Centro Cultural BNB (Sousa, 2007); Retratos, Centro Cultural Oboé (Fortaleza, 2001); Da tradição e da gente, Galeria Arte Nossa (João Pessoa, 2001); Regionalismo brasileiro (Ovar/ Portugal, 1998). Realização dos projetos: O Caderno, Programa Banco do Nordeste de Cultura, Fundo de Incentivo à Cultura-FIC e Fundo Municipal de Cultura-FMC (João Pessoa, Sousa, Guarabira, Monteiro, Cabedelo e Conde, 2013-2014); Construção e vivência marcando livros, Programa Banco do Nordeste de Cultura e Fundo Municipal de Cultura-FMC (João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Lucena, 2012); Pequenos ensaios, Programa BNB de Cultura (Lucena, Cuité de Mamanguape e Monteiro, 2008).

Serviço:

Edital de Ocupação 2015_2016, “Mesmas meninas. Outras meninas”, exposição individual da artista plástica Margarete Aurélio.

Data: quinta-feira, 27 de agosto, às 20h (abertura)

Visitação: de 27 de agosto a 27 de setembro (terça a domingo, das 14h às 20h)

Usina Cultural Energisa, Rua João Bernardo de Albuquerque, 243 – Tambiá

Tel: 3221.4895 / 3221.4363

Realização: Energisa Paraíba

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!