João Pessoa, 23 de abril de 2017 | --ºC / --ºC 01:54 - 2.2 | 07:58 - 0.4 | 14:09 - 2.3 | 20:21 - 0.3 $ Dólar 3,15 - € Euro 3,37

ÚltimaHora
redução de 40%

Lei obriga Cagepa a instalar bloqueador de ar em medidor de água

Comentários:
18/11/2016 às 11h28
A- A+

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) é obrigada a instalar bloqueadores de ar em residências de todo o Estado, mediante a solicitação do consumidor. É o que garante a Lei 10.266 de autoria do deputado estadual Jutay Meneses (PRB). Isso garante aos paraibanos um pagamento mais justo das taxas de água, uma vez, que o aparelho pode reduzir as contas em até 40%.

De acordo com o deputado, o equipamento, que deve ser autorizado pelo Inmetro, deve ser instalado antes ou depois do hidrômetro na tubulação do imóvel para evitar que bolsas de ar acionem a válvula de medição e continuem sendo contadas como água.

“Muitos consumidores tinham problemas com suas contas de água devido a problemas com o ar que passava pelos canos, o que fazia o valor cobrado ser bem maior que o habitual. Com esse equipamento a situação fica controlada”, disse.

Jutay explicou ainda que as despesas para aquisição do equipamento ficam a cargo do consumidor e a Cagepa fica responsável pela instalação, sem cobrar mais nada pelo trabalho. O deputado lembra também que a instalação pode ser feita tanto pela concessionária quanto pelas empresas que fornecem o bloqueador de ar.

“Estávamos pagando pelo ar que chega às nossas torneiras. Uma conta rápida deixa claro o prejuízo: imaginemos que de 100% da água consumida em uma casa, 5% seja ar. Na hipótese de uma cobrança de R$ 100, R$ 5 seria pelo ar inútil que passa por nossos canos. Em um ano, veríamos R$ 60 literalmente jogado fora; mais da metade de uma conta do mês”, explicou Jutay.
MaisPB

Leia Também

consumidor

Jutay pede auxílio do MP para fiscalizar aplicação de leis

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) é obrigada a instalar bloqueadores de ar em residências de todo o Estado, mediante a solicitação do consumidor. É o que […]