João Pessoa, 31 de agosto de 2023 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
programa hora h

Terceirização confronta aliados de Cícero e PSB; Tibério reage

Comentários: 0
publicado em 31/08/2023 às 18h55
atualizado em 31/08/2023 às 18h17
Tibério Limeira, presidente do PSB, revidou o vereador Thiago Lucena, aliado do prefeito Cícero Lucena

A decisão do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), pela concessão de serviços públicos à iniciativa privada, como a gestão de cemitérios, Trauminha, estacionamento e UPA’s, colocou aliados do gestor em rota de colisão com o PSB pessoense.

+ Cícero Lucena anuncia terceirização de serviços na Capital

Mais cedo, o vereador Thiago Lucena (PRTB), da base de Cícero, disse, em outras palavras, que o PSB não “teria moral” para criticar a terceirização, como noticiou o Blog Heron Cid, no Portal MaisPB. A fala foi um comentário ao artigo do jornalista que tratou do desconforto dos socialistas com a decisão do prefeito.

+Aliado de Cícero, Thiago diz que PSB não pode criticar terceirização e lembra Calvário

O parlamentar chegou a lembrar a Operação Calvário, deflagrada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) contra um esquema, segundo os investigadores, que teria desviado recursos através de contratos da gestão Ricardo Coutinho (PT) com a Organização Social Cruz Vermelha.

Em entrevista ao programa Hora H, da Rede Mais Rádio, o presidente do PSB na Capital, Tibério Limeira revidou Lucena. Rebatendo o parlamentar, o secretário de Administração frisou que o Estado já deixou de apostar em terceirizações logo no início do governo João Azevêdo (PSB).

+ Análise: opção por gestão privada piora saúde da aliança Cícero/PSB

“Por decisão política do governador João Azevêdo, desde 2019, o Estado abandonou esse processo de terceirização e retomou as rédeas da gestão própria, da executada pela própria Secretaria de Estado da Saúde, pelo próprio Governo do Estado. E hoje, tem sido exemplo para o Brasil inteiro”, disse o secretário de administração.

Lembrando que Thiago integra a ala da bancada do prefeito na Câmara que votou em Pedro Cunha Lima (PSDB), em 20220, Limeira classificou a fala do vereador como “infeliz”: “Acho uma declaração desnecessária no momento como esse, até porque o PSB, em nenhum momento, nem a sua direção, nem uma outra liderança do partido, tinha se pronunciado ou se pronunciou sobre esse tema da terceirização anunciado pela Prefeitura de João Pessoa”.

“Apesar de ter uma boa relação com o vereador, não poderia deixar de repudiar e dizer da infelicidade dele em proferir uma fala dessa atacando o partido que tem o vice-prefeito de João Pessoa, que até então é aliado do prefeito Cícero Lucena. Mas um vereador da base, presidente da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), direcionando ataques gratuitos ao nosso partido”, reiterou.

MaisPB