João Pessoa, 29 de agosto de 2023 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
parceria com empresas

Cícero Lucena anuncia terceirização de serviços na Capital

Comentários: 0
publicado em 29/08/2023 às 18h39
atualizado em 29/08/2023 às 15h47
Cícero Lucena faz discurso durante solenidade em João Pessoa (Foto: Albemar Santos/Portal MaisPB)

A Prefeitura de João Pessoa lançou, na manhã desta terça-feira (29), o programa JP Parcerias. A ideia consiste em celebrar contratos com empresas da iniciativa privada para administrar serviços através de Parceria Público Privada (PPP). As primeiras ações serão destinadas para os cemitérios públicos e estacionamentos, a exemplo da retomada da Zona Azul, como apurou a reportagem do Portal MaisPB.

Em seguida, há a previsão de concessões para o fornecimento de Energia Solar, manutenção de Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Hospital Trauminha de Mangabeira e parques públicos.

Clique aqui e confira o site oficial do programa JP Parcerias 

Com a formalização do contrato, as empresas vão ser responsáveis por investimento, operação e manutenção dos equipamentos públicos.

Os projetos serão abertos para consulta pública com prazo de 30 dias para análise da população. Durante o evento de lançamento, o prefeito Cícero Lucena (PP) admitiu que a medida poderá sofrer críticas e pediu contribuições.

“Sei que tem algumas pessoas que vão ser contra. E é bom que tenha, porque elas podem contribuir com alguma coisa, desde que seja para atender a população. Quando você vai inovar, tem algumas pessoas que, por desconhecimento, vão se posicionar contra. Mas, cabe a quem tem compromisso com o futuro da cidade discutir algo que seja moderno”, disse o gestor.

Em relação aos cemitérios, Cícero disse que a empresa vencedora terá que fazer adequações. “Todo mundo sabe da dificuldade que temos sobre a administração dos cemitérios. Esse projeto contempla a concessão dos atuais cemitérios, com reforma, manutenção, segurança, e a gestão deles como todo. Além disso, vamos ter a convocação para construção de um novo cemitério, de preferência na área que mais cresce em João Pessoa, que é entre Valentina e Mangabeira”, anunciou o prefeito.

Parcerias privadas na Saúde 

A Saúde  faz parte da segunda etapa da concessão. Lucena adiantou que há a previsão de pactuação com a gestão privada nas novas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) que vão ser construídas no Bairro das Indústrias e Costa e Silva.

“O investimento da construção vai ser da iniciativa privada. A gestão desse modelo estamos colhendo em várias experiências, um modelo que tem dado certo. Não vamos fazer a gestão das unidades, vamos cobrar aquilo que foi estabelecido”, frisou.

No Hospital Ortotrauma, o Trauminha de Mangabeira, Cícero adiantou que a projeção é de ampliação dos investimentos na unidade, mas sem “cobrar ao usuário pelo serviço”.

A reforma prevista no Hospital é estimada em $ 70 milhões para a inciativa privada. “No Trauminha, nós temos feito algumas reformas. Além da parte física e gestão, pretendemos fazer um investimento onde dote o Trauminha de um equipamento público com eficiência. O usuário não vai pagar pelo serviço porque tudo vai continuar sendo executado pelo SUS. Mas, tudo será aprimorado por experiências de outras cidades que vamos adotar em João Pessoa”, concluiu.

Entenda como funciona a Parceria Pública-Privada

A Parceria Público-Privada (PPP) é uma modalidade de contrato de parceria entre o poder público a iniciativa privada para prover a execução ou gestão de obras e serviços de interesse da população nos setores de telecomunicações, energia e inovação, transporte, educação, saneamento, entre outros.

Nesta tipo de contratação a empresa fica responsável por investir, financiar e explorar o serviço. As PPPs foram definidas na Lei 11.079/2004 , que determina que o valor do contrato não pode ser inferior a R$10 milhões. Não há teto máximo. A Lei veda a celebração de contratos cujos únicos objetivos sejam o fornecimento de mão de obra, equipamentos ou execução de obras públicas.

MaisPB

Leia Também