João Pessoa, 27 de janeiro de 2022 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Professora Emérita da UFPB e membro da Academia Feminina de Letras e Artes da Paraíba (AFLAP]. E-mail: reginabotto@gmail.com

A formatura

Comentários:
publicado em 27/01/2022 às 07h09
A- A+

A formatura é uma solenidade realizada na conclusão de um curso para indicar que aquela etapa findou. O termo implica em formação o que quer dizer maneira pela qual a pessoa foi criada, educada, em que foram moldados o caráter e a sua personalidade. Neste contexto, está imbricado um procedimento de construção do homem. Diferentemente dos animais irracionais o homem necessita de um processo de aquisição de conhecimento, habilidades, valores e atitudes. Isto de aspecto continuo, mecanismo necessário que a todo momento seja assimilado, espontâneo ou não, formal ou informal. Estão integrados aspectos cognitivos, emocionais, neurológicos, orgânicos, psicossociais etc.

Na aprendizagem estão embutidas as competências de domínio cognitivo, psicomotor e afetivo. Comportamentos que expressam valores que foram adquiridos e poderão ser modificados através do raciocínio, experiência, formação e observação. Vale dizer, que todo esse processo é único e envolve crescimento pessoal, domínio motor e conhecimentos que tornam cada pessoa única na sua configuração do pensar, sentir e construir sua realidade. Os procedimentos metodológicos didático-pedagógicos podem ser os mesmos, mas cada indivíduo o adota diferente, conforme a percepção dos fatos, fenômenos, coisas e o contexto que está ao seu entorno. Por esta razão não temos nenhum homem igual ao outro.

Um determinado Colégio de origem estrangeira, com 58 anos de experiência de ensino infantil e médio, adota uma metodologia própria, ensino bilíngue, protagonismo e autonomia. O corpo docente adota a metodologia da ACBEU que ensina procedimentos metodológicos para professores de inglês, com especificidade tanto na parte prática quanto teórica. O que implica em princípios e técnicas sobre o ensino das quatro competências: falar, ouvir, ler e escrever, gramática, vocabulário e pronuncia. Objetiva preparar a criança para o mundo, incentivando a imaginação, o raciocínio crítico, o multiculturalismo e a capacidade de integrar pessoas e disciplinas.

O aluno é protagonista de seu aprendizado e não aprende somente o inglês, mas conquista sua autonomia, amplia novas habilidades e estimula a criatividade em um ambiente seguro. O ensino mostra-se eficiente mediante resultados da aprendizagem obtida. Atua em vinte países. É a maior rede de escolas bilíngues do mundo.

Tenho três netas que estudam neste colégio desde os dois anos. Elas adoram a escola. Constato, como docente, que o currículo adotado é cumprido com esmero. Os conteúdos são bem planejados, a disciplina adotada permite a criança adquirir comportamentos cognitivos e hábitos alimentares saudáveis uma vez que a escola fornece duas refeições. Não come o que quer, mas o que está colocado no prato para todos, proporcionando educação alimentar o que tem ajudado em muito a educação de casa por que sempre a tendência é se fazer a vontade da criança comer o que tem vontade e o que gosta. Observo, ainda, que apesar de deixar a criança à vontade, são estabelecidas normas disciplinares, como na hora da aula não conversar, cumprir as tarefas estipuladas pela professora, guardar seu material depois de utilizá-lo etc. Há embutido em todo desenvolvimento do processo ensino -aprendizagem uma educação integral que incentiva a trajetória e os costumes, oferecendo a oportunidade de preparar os alunos como protagonistas de sua própria história, em busca de soluções.

No dia 8 do mês passado houve a comemoração da conclusão dessa etapa da educação do ensino infantil, o ABC, o que significa dizer que os alunos apoderaram-se do conhecimento que lhes permite compreender e interpretar fenômenos. Estão preparados para ler e escrever seu contexto social elaborando seus discursos próprios a fim de que sejam entendidos e que possam entender o seu interlocutor. A linguagem oral deve servir de suporte para o aprendizado da linguagem escrita, tarefa intermediada entre o docente/aluno. Além dessas competências acrescente-se o domínio dos números e a iniciação ao raciocínio lógico. Realizado de forma integrada ao desenvolvimento do processo de letramento ministrado de forma lúdica e prazerosa. O aluno é capaz de contar até 100 e fazer operações matemáticas menos complexas.

Porque estou a escrever sobre esse colégio? Como educadora e professora acho que todo ensino deverá ser calcado em objetivos que deverão ficar claros sobretudo para o professor o que deseja alcançar como competência e resultado do domínio da aprendizagem demonstrado no comportamento do aluno.   Todo ensino implica em aprendizagem. É uma condição “sine qua non”.

O ensino ministrado pelo Colégio em questão adota a didática pós-moderna do diálogo e da criticidade, mas também apresenta resquícios salutares remanescentes da motivação e da criação do ensino tradicional, como: disciplina, respeito a autoridade do professor, fraternidade e solidariedade. Ainda percebi que os pais, apesar de serem jovens, tomaram iniciativas próprias de promoverem a solenidade de formatura dos seus filhos do ABC. Constituíram uma comissão de mães, para tratar de organizar a solenidade de formatura de acordo com a tradição, e assim se deu. Tudo foi realizado como manda o protocolo com entrega de certificados, valsas com madrinhas e padrinhos e os pais. As crianças se vestiram a caráter, de beca, todos uniformizados. Festa linda, como não via há muito tempo.

Perguntei a algumas mães, porque elas resolveram fazer a festa. Na resposta foram unanimes em dizer: “levamos em conta as tradições, a ética, os princípios e os valores que estamos perdendo e nos distanciando deles, queremos resgatá-los e transmitir aos nossos filhos o que julgamos importante em nossa vida”. Achei sábias as palavras das mães, pois os valores nós não nascemos com eles, têm que ser aprendidos e por isso têm que serem ensinados às crianças. Quando adultos, não podemos praticar o que não julgamos necessário e importante. Parabéns aos pais que pensam assim e desejam construir um futuro melhor para seus filhos. Se todos seguissem esse exemplo teríamos uma juventude mais segura e menos fragilizada.

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

MaisTV

Sem água, moradores de Santa Rita fecham rodovia

GRANDE JOÃO PESSOA - 13/05/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas