João Pessoa, 14 de janeiro de 2022 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
contra Covid-19

CG inicia neste sábado vacinação de crianças

Comentários:
publicado em 14/01/2022 às 09h49
A- A+

Campina Grande vai iniciar a imunização de crianças de 5 a 11 anos de idade neste sábado, 15, começando pelos grupos prioritários, formados pelas crianças com deficiência permanente e aquelas com autismo, além de todas as crianças atendidas no Centro Especializado em Reabilitação (CER). A ação, que marca o início da vacinação do público infantil, acontece no período da tarde, no próprio CER.

“Vamos receber os imunizantes no final da manhã do sábado e já iniciaremos a ação no período da tarde. A vacina é segura, é um imunizante especial e toda a nossa equipe foi treinada para realizar a aplicação nas crianças. Estamos ansiosos para começar mais essa etapa na campanha de imunização contra covid-19”, disse o secretário de Saúde, médico Gilney Porto.

Para a vacinação deste sábado, não será necessário realizar agendamento. É preciso apenas apresentar laudo comprobatório da doença permanente ou do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Após a aplicação da dose, a criança permanecerá 20 minutos em observação no local, conforme indicam as orientações de administração da vacina pediátrica.

A partir da segunda-feira, 17, será iniciada a vacinação de crianças com comorbidades, no Parque da Liberdade. Para este grupo, será exigido o agendamento, que deve ser realizado pelo site vacinacao.campinagrande.pb.gov.br ou pelo aplicativo Vacina Campina.

A Secretaria de Saúde também vai imunizar as crianças de instituições como Instituto dos Cegos e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). Outra estratégia adotada durante a campanha será a aplicação das doses nas escolas públicas e privadas.

Recomendações

A vacinação das crianças é facultativa e a decisão cabe aos pais e/ou responsáveis e não é exigida prescrição médica. Diversos órgãos de saúde pública e coletiva, como a Organização Mundial da Saúde, emitiram pareceres recomendando a aplicação da vacina nas crianças de 5 a 11 anos de idade.

A vacina pediátrica é especial, tem apenas um terço da dosagem da vacina adulta e é aplicada em duas doses, no intervalo de oito semanas. Os efeitos colaterais são os mesmos registrados em adultos e adolescentes, como dor e inchaço na região da aplicação, febre e mal-estar. Em casos raríssimos de reações adversas, foram registrados episódios de miocardite em adolescentes e adultos vacinados.

Apesar dessa possibilidade remota, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) avaliou que os benefícios são maiores que os riscos, visto que mais de três mil pessoas nessa faixa etária morreram de covid-19, no país, e que as crianças podem ser vetores de transmissão, já que geralmente são assintomáticas quando infectadas, principalmente diante da nova variante Ômicron.

MaisPB

MaisTV

João Azevêdo inaugura Museu da Polícia Militar da Paraíba

VÍDEO - 27/06/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas