João Pessoa, 08 de janeiro de 2022 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
música

Silva celebra 10 anos de carreira com álbum “De lá até aqui”

Comentários:
publicado em 08/01/2022 às 12h00
atualizado em 08/01/2022 às 14h10
A- A+

Kubitschek Pinheiro – MaisPB

Em comemoração aos 10 anos de carreira, o músico capixaba Silva lançou um álbum especial “De lá até aqui”, terceiro projeto do artista durante a pandemia.

O disco reúne releituras dos trabalhos anteriores do cantor, incluindo um cover de Marisa Monte, que fez parte do trabalho “Silva canta Marisa”, e uma interpretação de “Amantes”, faixa da banda de axé Araketu, presente nos shows carnavalescos do “Bloco do Silva”.

O álbum foi gravado na casa que o músico construiu com Lucas, seu irmão, empresário e parceiro de composições, na região serrana do Espírito Santo, local onde também foi registrada a parte visual do projeto.

“O meu irmão é meu melhor amigo”, afirma Silva em entrevista ao MaisPB. “É muito importante ter na nossa vida quem bota a gente para frente e ele tem essa função para mim, de alavancar as coisas”, explica.

Ao lado dos irmãos, o produtor André Paste fecha o trio que existe por trás do sucesso de Silva.

Para o cantor, o processo de revisitar as músicas que marcaram os 10 anos de carreira foi bem emocional. “Eu tive vontade de chorar, mas não de tristeza, e sim aquele choro que você fala: ‘caramba, olha isso’.

A música que mais lhe emocionou enquanto o álbum estava sendo produzido foi “Ainda”, que é uma faixa só no piano que ele fez quando tinha 19 anos. “Então, lembrei de muita coisa, de como eu era novo e não imaginava que nada disso aconteceria comigo”, relembra.

Para os próximos 10 anos, Silva pretende focar no objetivo inicial da carreira, quando não tinha a pretensão de ser necessariamente cantor, e, sim, músico.

Em entrevista ao MaisPB, Silva fala dessa década com alegria e do que virá daqui pra frente..

MaisPB – Dez anos de carreira, um disco de releitura, tão bonito parece tudo novo de novo, né?

Silva – Foram sem dúvida os dez melhores anos da minha vida e fico muito empolgado de sentir como se eu estivesse começando a carreira agora.

MaisPB – E essa ideia a de gravar as versões direto no Youtube. Mostra uma sensibilidade imensa. Vamos falar dessa sacada?

Silva – Sempre fui apaixonado por estúdios. Gosto de estar num lugar cheio de equipamentos e poder buscar o som que está na minha mente. Dessa vez foi diferente, quis mostrar minhas composições do jeito mais cru possível e sem edições. Isso traz e preserva ainda mais a emoção do momento em que a gravação foi feita. Isso foi inédito pra mim e acho que a ocasião pediu algo assim.

MaisPB – “De Lá até Aqui” significa muito, né?

Silva – Muito. Poder viver fazendo o que mais amo na vida é um privilégio muito grande.

MaisPB– Não poderia faltar nesse disco Não é Fácil, do álbum que você gravou, Marisa Monte. Mas a versão é outra, né?

Silva – É outra sim. Como as pessoas já perceberam, sou apaixonado por versões. E fazer releituras de canções que eu amo é sempre uma missão que adoro receber.

MaisPB – Você e seu irmão Lucas estão em Espírito Santo, numa serra, numa casa construída para compor e sonhar?

Silva – Nossa casa foi um dos frutos desses dez anos de trabalho. Sempre quisemos ter um lugar para ficarmos com nossa família, nossos amigos e termos tempo para compor novas músicas.

MaisPB – Na faixa “Sou Desse Jeito” fecha com um violino lindo. Que beleza de canção, a capela né? Lembra quando ela foi construída?

Silva – Essa música é muito importante pra mim. Ela foi feita em 2015 e foi quando resolvi falar sobre minha sexualidade publicamente. O violino já estava pegando teia de aranha na minha casa quando resolvi usá-lo de novo. Estava com saudade.

MaisPB – “Um pôr do sol na praia” é tão difícil. Aqui mesmo o sol nasce no mar e morre na cidade, mas a música levanta qualquer pessoa. Sem samba não dar?

Silva – Sou apaixonado por samba e essa música traz muitos elementos do gênero. Pra falar verdade, acho que “Um Pôr Do Sol Na Praia” pode ser tocada em qualquer gênero que dê certo. Já fiz o teste (risos).

MaisPB – “Duas da Tarde” (de Brasileiro, 2018), você já tinha gravado e com Ivete Sangalo, “Pra Vida Inteira”. Vamos lembrar desse momento?

Silva – Tenho sorte de já ter trabalhado com um boa parte dos meus ídolos. Gal, Marisa, Marina Lima e por aí vai. Foi um presente ter Ivete comigo em “Pra Vida Inteira”. Ela tem aquele dom de fazer a gente se sentir especial e eu a amo por isso.

MaisPB – Você diz que queria fazer música apenas, e de certo não estava preparado para muito do que viria depois, mas o que veio é a soma disso tudo, seu bom trabalho, né?

Silva – Sim! E o que veio depois superou todas as minhas expectativas e prospecções. Sou muito grato aos meus pais por terem sido insistentes comigo em relação à música.

MaisPB – Silva gosta das infernais redes sociais?

Silva – Não sei lhe dizer se é gosto ou vício. Já diminui muito meu tempo gasto nessas coisas e pretendo diminuir ainda mais. A vida tá passando muito rápido e isso deve ser por conta desse excesso de informação.

Mais – Silva gosta do Nordeste, já veio a João Pessoa?

Silva – Amo o Nordeste! Tenho direitinho na memória a primeira vez que toquei por aí e até então eu nunca tinha sido tão bem recebido. Já fui a João Pessoa sim e já estou ansioso para voltar.

MaisPB – Silva acredita que as coisas vão mudar, que o Brasil vai melhorar?

Silva – Acredito, ou melhor, quero acreditar. O Brasil é um país maravilhoso e acho sim que ele vai voltar a brilhar. Falar assim hoje pode soar um pouco ingênuo de minha parte, porém prefiro acreditar. Pior do que já está eu espero que não fique.

MaisPB – Na canção “No seu lençol” você faz uma viagem pelo mundo todo, parece uma canção de ninar?

Silva – Diria que é uma canção pós sexo que, dependendo da hora que você a escuta, pode ser sim uma canção de ninar.

MaisPB – Quem é Silva?

Silva – Um brasileiro apaixonado por música e que faz de tudo para que o mundo à sua volta seja mais leve e cheio de beleza.

Assista Um Pôr do Sol na Praia

MaisTV

Sem água, moradores de Santa Rita fecham rodovia

GRANDE JOÃO PESSOA - 13/05/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas