João Pessoa, 07 de abril de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
missas e cultos

Em julgamento, AGU critica governadores por medidas no agravamento da Covid-19

Comentários:
publicado em 07/04/2021 às 15h12
atualizado em 07/04/2021 às 12h50
A- A+

O Advogado Geral da União André Mendonça protestou nesta quarta-feira (7), em julgamento no STF sobre a proibição de cultos e missas presenciais, contra prisão de pessoas que desrespeitam medidas de restrição, alinhado com o discurso do presidente Jair Bolsonaro.

“Até que ponto medidas abusivas, até quando polícias e guardas municipais agredindo cidadãos e trabalhadores, sacando suas armas, simplesmente porque estão trabalhando? Isto que foi autorizado? Tenho certeza que não foi isso, que há limites e que o Supremo não deu um cheque em branco a governadores e a prefeitos”, afirmou.

No ano passado, o plenário do Supremo concedeu autonomia aos governadores e prefeitos para adotarem restrições em meio ao avanço da Covid-19 no país.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!