João Pessoa, 07 de janeiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
200 mil mortes

Beltrammi lamenta declarações que minimizam riscos da covid: “Punhalada”

Comentários:
publicado em 07/01/2021 às 19h02
atualizado em 07/01/2021 às 16h32
A- A+

O Brasil atingiu nesta quinta-feira a marca de 200 mil mortos por coronavírus desde o início da pandemia em março do ano passado. Para o secretário Executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, lidar com declarações de líderes políticos que minimizam a gravidade da doença é como sofrer uma “punhalada nas costas”.

Em entrevista ao Hora H, da Rede Mais Rádio, Beltrammi falou que, apesar da frustração com parte da sociedade que desobedece ou estimula o descumprimento das medidas sanitárias, a Secretaria Estadual de Saúde também trabalha por ela.

“A sensação é de dor física, como se fosse uma punhalada no peito, mas em situação de grave tragédia humanitária, temos que transformar as nossas dores físicas em entusiasmo para exercer fraternidade e solidariedade mesmo para quem tem uma visão tão míope de um problema tão grave como esse, temos que continuar com compromisso com essas pessoas para ajudá-las a entender do papel fundamental que elas têm nesse momento, desistir delas é desistir da possibilidade de avançar na proteção à vida”, declarou.

Na entrevista o secretário ainda endossou as críticas ao governo federal pela falta de coordenação nacional no combate ao coronavírus e elogiou a atuação dos governadores do Nordeste, que atuaram conjuntamente na pandemia.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!