João Pessoa, 09 de outubro de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CLANDESTINA

Fábrica usava tinta de impressora em esmaltes

Comentários:
publicado em 09/10/2020 às 11h07
atualizado em 09/10/2020 às 08h09
A- A+

A Polícia Civil do Rio de Janeiro interditou, nesta quinta-feira (8),  uma fábrica clandestina de cosméticos onde era utilizada tinta de impressora como corante na produção de esmaltes.

O local foi descoberto por policiais da Delegacia do Consumidor (Decon-RJ) no prédio de um residencial na Penha, Zona Norte da cidade. O dono foi preso em flagrante e vai responder por falsificação e adulteração de produtos. A pena pelos crimes pode somar até 15 anos de prisão.

Vinte funcionários foram encontrados trabalhnado sem nenhum  vínculo empregatício e sem equipamentos de proteção individual.

Segundo a polícia, os rótulos utilizados nos produtos eram de marcas chinesas. Além da tinta de impressora, os esmaltes recebia álcool 70. O material era revendido em grande parte do Rio de Janeiro.

MaisPB

MaisTV

Prefeitura construirá edifício garagem no Mercado Central

VÍDEO - 19/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas