João Pessoa, 28 de setembro de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
'rachadinha'

MP conclui investigação que mira Flávio Bolsonaro

Comentários:
publicado em 28/09/2020 às 18h15
atualizado em 28/09/2020 às 17h07
A- A+
Fabricio Queiroz e Flavio Bolsonaro

O Ministério Público do Rio (MP-RJ) concluiu nesta segunda-feira (28) a investigação contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e Fabrício Queiroz, subtenente da reserva da Polícia Militar e assessor do senador no período em que foi deputado estadual no Rio, no caso da ‘rachadinha’. A informação é de o ‘O Globo’.

Flávio Bolsonaro é investigado por ser o suposto líder da organização criminosa, e Queiroz, como o operador do esquema de corrupção que funcionava no antigo gabinete na Assembleia Legislativa. Ambos poderão ser acusados pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A partir dos dados das quebras de sigilo bancário e fiscal, os promotores vão apontar que o senador usou, pelo menos, R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo do esquema das rachadinhas. Os valores somam os três métodos pelo qual o filho do presidente Jair Bolsonaro “lavou” o dinheiro em espécie.

MaisPB

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!