João Pessoa, 31 de julho de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
crise na Pgr

Augusto Aras bate boca com procuradores

Comentários:
publicado em 31/07/2020 às 19h07
atualizado em 31/07/2020 às 17h20
A- A+

Augusto Aras, Procurador-Geral da República, recusou-se nesta sexta-feira (31) a ouvir críticas de subprocuradores a seus ataques às forças-tarefa da Operação Lava Jato durante reunião do Conselho Superior do MPF destinada à discussão do orçamento para 2021.

O PGR afirmou que não aceitaria um “ato político” na sessão e alegou que, após o debate, responderia aos colegas com a “documentação” de que dispunha.

No início da sessão, o subprocurador Nicolao Dino pediu o uso da palavra para ler uma manifestação elaborada por ele em conjunto com outros subprocuradores, que criticava o PGR por recentes declarações que criticaram a Operação Lava Jato, mas foi interrompido por Aras.

“Vossa excelência, com o peso da autoridade do cargo que exerce, e evocando o pretexto corrigir rumos ante a supostos desvios das forças-tarefas, fez graves afirmações em relação ao funcionamento do Ministério Público Federal em debate com advogados”, disse Dino, imediatamente interrompido pelo procurador-geral. Aras afirmou que a sessão foi convocada para discutir orçamento, e que a manifestação deveria ser feita depois da sessão.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!