João Pessoa, 01 de junho de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
operação Ragnarok

Três empresários são presos por não entregarem respiradores à PB e Nordeste

Comentários:
publicado em 01/06/2020 às 08h33
atualizado em 01/06/2020 às 07h50
A- A+
Polícia Civil do DF participa da operação (Foto: Divulgação/Polícia Civil do DF)

Uma operação da Polícia Civil da Bahia contra a empresa que vendeu e não entregou respiradores ao Consórcio do Nordeste prendeu três pessoas nesta segunda-feira (1). A Paraíba está na lista de estados vítimas do golpe. O estado adquiriu 30 respiradores ao valor de R$ 164 mil cada um deles para atender pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.

Na operação Ragnarok são cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. O grupo alvo é especializado em estelionato, segundo a polícia, através de fraude na venda de equipamentos hospitalares. As investigações mostram que os criminosos receberam R$ 48 milhões para fornecer respiradores que nunca foram entregues.

O grupo foi descoberto após denúncia do Consórcio Nordeste, que tentou adquirir respiradores para o combate ao coronavírus. A empresa alvo da ação se apresentava como revendedor dos produtos.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!