João Pessoa, 29 de Maio de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
"restrições mais fortes"

Isolamento será mais rígido na Grande JP

Comentários:
publicado em 29/05/2020 às 09h45
atualizado em 29/05/2020 às 06h53
A- A+
Reunião ocorrida entre o prefeito Luciano Cartaxo e o governador João Azevêdo em 08 de maio

Prefeitos da Grande João Pessoa pediram ao governador João Azevêdo (Cidadania) nesta quinta-feira (28), em reunião por videoconferência, a adoção do regime de “lockdown” – bloqueio total – na Região Metropolitana a partir da próxima segunda-feira (01). Vítor Hugo (DEM), de Cabedelo, foi o único contrário a ideia.

Em carta divulgada na tarde de hoje, o governador e prefeitos confirmaram a informação trazida pelo MaisPB mais cedo.

“(…) após a avaliação do cenário epidemiológico relativo à Covid-19, com o aumento significativo no número de casos e óbitos, ficou decidido pela necessidade de medidas conjuntas mais rígidas para conter a evolução da contaminação, além de assegurar o atendimento integral à população na rede de saúde. As ações integradas serão decididas pelo corpo técnico do governo estadual, da Capital e dos demais municípios da Grande João Pessoa envolvidos na iniciativa, elaborando-se um planejamento conjunto de trabalho.”.

Durante o encontro, o prefeito Luciano Cartaxo (PV) expôs o risco iminente de colapso no Sistema de Saúde da Capital com uma eventual flexibilização ou até a manutenção das atuais medidas, que acabaram não surtindo efeito para uma maior taxa de isolamento no município, abaixo dos 50% quando o ideal seria 70. A taxa de ocupação dos leitos de UTI na Grande João Pessoa é de 85%.

A carta ainda diz que os gestores também decidiram que o novo decreto estadual de enfrentamento à pandemia apresentará a primeira versão do plano de retomada gradual, estágio seguinte a ser implementado, que será apresentado pelo governador e prefeitos.

“A flexibilização gradual da atividade econômica será adotada de acordo com a evolução do quadro em cada Município, em datas que serão oportunamente anunciadas. As prefeituras terão autonomia para fazer essa flexibilização, observando todas as recomendações apontadas em cada fase do plano estadual de retomada, assim como os seus respectivos impactos sobre o controle da crise de saúde, assegurando a progressiva superação da mesma.”.

Além de Cartaxo e Vítor Hugo, também participaram da videoconferência os prefeitos Emerson Panta (Santa Rita), Jefferson Kita (Bayeux) e Marcia Lucena (Conde).

A Paraíba tem 10.209 casos de coronavírus e 298 mortes em razão da doença até o boletim divulgado nessa quarta-feira (27). As medidas de isolamento em vigor no estado têm validade até o próximo domingo (31).

Leia, abaixo, a carta assinada pelo governador João Azevêdo e prefeitos da Grande João Pessoa

NOTA CONJUNTA

Em reunião realizada por videoconferência, nesta quinta-feira (28), entre o Governador do Estado e os prefeitos das cidades de João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo e Conde, após a avaliação do cenário epidemiológico relativo à Covid-19, com o aumento significativo no número de casos e óbitos, ficou decidido pela necessidade de medidas conjuntas mais rígidas para conter a evolução da contaminação, além de assegurar o atendimento integral à população na rede de saúde.

As ações integradas serão decididas pelo corpo técnico do governo estadual, da Capital e dos demais municípios da Grande João Pessoa envolvidos na iniciativa, elaborando-se um planejamento conjunto de trabalho.

Durante a reunião, os gestores também decidiram que o novo decreto estadual de enfrentamento à pandemia apresentará a primeira versão do plano de retomada gradual, estágio seguinte a ser implementado, que será apresentado pelo governador e prefeitos. A flexibilização gradual da atividade econômica será adotada de acordo com a evolução do quadro em cada Município, em datas que serão oportunamente anunciadas. As prefeituras terão autonomia para fazer essa flexibilização, observando todas as recomendações apontadas em cada fase do plano estadual de retomada, assim como os seus respectivos impactos sobre o controle da crise de saúde, assegurando a progressiva superação da mesma.

JOÃO AZEVÊDO LINS FILHO
Governador do Estado da Paraíba

LUCIANO CARTAXO PIRES DE SÁ
Prefeito de João Pessoa

JEFFERSON LUIZ DANTAS DA SILVA
Prefeito de Bayeux

EMERSON FERNANDES ALVINO PANTA
Prefeito de Santa Rita

VITOR HUGO PEIXOTO CASTELLIANO
Prefeito de Cabedelo

MÁRCIA DE FIGUEIREDO LUCENA LIRA
Prefeita do Conde

Maurílio Júnior e Wallison Bezerra – MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!