João Pessoa, 21 de Maio de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CONGELAMENTO

Acordo com Governo não atinge reajuste na Paraíba

Comentários:
publicado em 21/05/2020 às 18h58
atualizado em 22/05/2020 às 02h36
A- A+

O acordo entre o Governo Federal e os estados que congela aumento dos servidores públicos não atingirá o reajuste de 5% concedido pelo Governo da Paraíba ao servidor público no início do ano. Foi o que assegurou na noite desta quinta-feira o secretário da Receita, Marialvo Laureano, durante entrevista ao programa Hora H, da Rede Mais Rádio.

O congelamento de novos aumentos por 18 meses é a contrapartida exigida pelo governo federal aos estados para liberar o socorro emergencial que repõe as perdas com a arrecadação de receitas, durante o período de isolamento social.

A Paraíba receberá quatro parcelas de R$ 112 milhões do projeto que socorrerá estados e municípios devido ao impacto da pandemia do novo coronavírus na arrecadação. Jair Bolsonaro prometeu sancionar a medida que já foi aprovada por deputados federais e senadores.

O secretário da Fazenda do Estado, Marialvo Laureano, afirmou que os R$ 448 milhões totais amenizarão as perdas em razão da crise sanitária.

Em reunião na manhã de hoje, os governadores pediram a Jair Bolsonaro que a primeira parcela do auxílio a estados e municípios possa ser transferida ainda em maio, entretanto, segundo Marialvo, a Paraíba tem o dinheiro reservado para folha do mês de maio, independente da decisão do presidente da República.

“Estamos com dinheiro reservado para os salários, o socorro será para complementar ou amenizar as perdas”, disse o secretário, que informou que a perda no mês de abril para o estado da Paraíba foi de quase R$ 65 milhões.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!