João Pessoa, 23 de fevereiro de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SANGUE NA AVENIDA

Musas se machucam em desfile de escolas de SP

Comentários:
publicado em 23/02/2020 às 10h47
atualizado em 23/02/2020 às 07h52
A- A+

As musas que desfilaram neste sábado (22) nas escolas de sambas de Sã Paulo literalmente deram o sangue na avenida. Após o desfile, elas mostraram hematomas e ferimentos.

A apresentadora Sabrina Sato, rainha de bateria da Gaviões da Fiel, optou por uma fantasia metálica ousada, mas acabou com um ferimento no braço. Já Camila Prins, primeira madrinha transexual do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, machucou o pé e Andrea Capitulino, da Acadêmicos do Tatuapé, feriu um dos seios e passou por apuros na avenida. .

“Na hora não percebi nada. A gente ainda vai achar outros lugares machucados. Mas nada comparado a emoção de desfilar”, disse Sabrina Sato que após o desfile foi direto para o camarim.

Rainha de bateria da Acadêmicos do Tatuapé. Andrea Capitulino, ficou com o peito esquerdo machucado após o desfile da escola.

 “Eu não senti na hora, porque estava na adrenalina e preocupada com a evolução da escola. Meu marido desfilava ao meu lado e percebeu o sangue. Me disse: ‘Fica calma, mas você está sangrando muito’. E me secou com a toalha que eu levo sempre comigo. A toalha ficou toda ensangüentada. eu aproveitei o recuo para me limpar, contou.

MaisPB