João Pessoa, 27 de dezembro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
operação calvário

Coriolano recorre ao STF para deixar prisão

Comentários:
publicado em 27/12/2019 às 09h21
atualizado em 27/12/2019 às 11h40
A- A+
Coriolano Coutinho, irmão de Ricardo Coutinho. Foto: Maurílio Júnior/MaisPB

Depois de ter liberdade negada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, agora tenta ser solto pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido está com o presidente da alta corte, ministro Dias Toffoli.

Na última terça-feira (24), o mesmo pedido foi feito pelo ex-secretário Adjunto de Educação, José Arthur Viana Teixeira – e negado por Toffoli.

Na ocasião, Toffoli direcionou a demanda para o relator da Operação Calvário no Supremo, ministro Gilmar Mendes.

Coriolano Coutinho, Ricardo Coutinho e auxiliares da gestão do ex-governador foram presos na sétima fase da Operação Calvário, que investiga o desvio de mais de R$ 130 milhões na saúde e educação da Paraíba. O ex-governador foi solto, no último sábado (21), após habeas corpus concedido pelo ministro Napoleão Maia, do STJ.

Veja o documento abaixo:

Foto: Reprodução/STF

Maurílio Júnior – MaisPB

MaisTV

Família quer júri popular e pena máxima para acusado de matar Patrícia

AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO - 24/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas