João Pessoa, 22 de novembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

A erosão da barreira e Luciano x Ricardo

Comentários:
publicado em 22/11/2018 às 09h27

O Jornal Correio da Paraíba, em sua edição de 20 do corrente mês, com uma foto chamativa em 1ª página, mais uma vez trouxe à tona a questão da erosão da barreira do Cabo Branco, mostrando sua degradação dia a dia. Na reportagem, assinada por Aline Martins e Ainoã Geminiano, as autoridades competentes praticamente repetem as mesmas justificativas que temos tido nestes cerca de 10 anos.

Sim! Lá ainda no Governo de Ricardo Coutinho, ele obviamente como prefeito,já parecia que a solução estava próxima, uma solução para uma questão em relação à qual existe crônica desde 1982, como uma de Nathanael Alves (que já está nos céus).

Depois, no Governo Agra, aí, sim, a solução estaria bem pertinho!… E não aconteceu.

No Governo Cartaxo, lembramo-nos de que, Rômulo Polariainda como como titular da Seplan-JP, houve uma audiência pública  na Câmara Municipal e mais uma vez a solução estava bem ali… pertinho!

No já referido dia 20 de novembro corrente, o Correio da Paraíba trouxe a reportagem aqui mencionada, praticamente dando as mesmas justificativas anteriores. O diferente é que a barreira a cada dia está mais degradada… ameaçando até o tradicional e  famoso farol do Cabo Branco!

Na mesma edição do Correio, sob a manchete “Cartaxo: ´Podemos dialogar´”, constou declaração do prefeito pessoense que começa assim: “Se o governador eleito tiver autonomia para conduzir seu mandato… …”. Puxa! Foi surpreendente para nós esse essa declaração de Luciano Cartaxo, pra não dizer descortesia em relação ao governador eleito, João Azevedo!Luciano, mais que muitos de nós, sabe que Política com “P” maiúsculo é mesmo uma arte, no sentido construtivo. Pareceu a descortesiado governador eleito João Azevedo em não comparecer à reunião com o presidente eleito Bolsonaro, realizada em Brasília, dias atrás. Por isto, mais uma vez lembramos que o republicanismo deve ser prática. E quanto já perdemos, João Pessoa e consequentemente a Paraíba, por Luciano e Ricardo não terem praticado mesmo, entre ambos, o republicanismo!…

Leia Também