João Pessoa, 28 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
segurança

Presidente denuncia agressões a vereadores

Comentários:
publicado em 28/09/2017 às 10h49
atualizado em 28/09/2017 às 11h02
A- A+
Foto: Flávio Fernandes

O presidente da Câmara de Vereadores de Cuité, no Curimataú paraibano, Geraldo Leite (PSDB), adotou medidas de segurança para conter os ânimos na Casa. Entre elas, a instalação de câmeras que grava áudio e vídeo e não está descartada a colocação de uma blindagem para separar o plenário da platéia.

Em contato com o Portal MaisPB, Geraldo Leite disse que a situação “está imoral” na Câmara e que os parlamentares não têm conseguido trabalhar em virtude dos xingamentos e agressões verbais durante a sessão. Ele acusa aliados do prefeito Charles Camarense (PSL) de promoverem confusão na sede do Poder Legislativo Municipal.

“Essa semana para sair os funcionários tiveram que ser escoltados pela polícia. Em outras oportunidades ficaram chamando os vereadores de mentirosos, de fresco, de corno e todo tipo de coisas”, alegou o parlamentar.

De acordo com Geraldo Leite, a colocação das câmeras no local foi uma orientação do Ministério Público da Paraíba. O MPPB também sugeriu que os casos de agressões físicas ou verbais sejam denunciados na polícia.

“Agora eu vou gravar e filmar para ver o que acontece. Se não der certo eu vou ter que blindar o plenário para que ele possa funcionar”, finalizou.

A Câmara de Cuité tem 11 vereadores sendo que 6 fazem parte da bancada de oposição.

Roberto Targino – MaisPB

MaisTV

Carreta tomba em curva na Serra de Santa Luzia no Sertão

vídeo - 17/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas