João Pessoa, 12 de dezembro de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
AÇÃO POLICIAL

Presos suspeitos de sequestrar gerente de casa lotérica em JP

Comentários:
publicado em 12/12/2016 às 17h27
atualizado em 12/12/2016 às 17h32
A- A+

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de João Pessoa, prendeu em flagrante nessa sexta-feira (10) Daniel Viana da Silva, 26 anos, e Antônio Alves dos Santos, 46 anos. Os dois são suspeitos de sequestrar a gerente de uma Casa Lotérica no município de Lucena, no Litoral Sul da Paraíba. O crime aconteceu na hora que a vítima estava saindo do correspondente bancário.

O trabalho investigativo que terminou com a identificação dos suspeitos começou horas antes do registro da ocorrência. Policiais da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio receberam, no início da manhã da sexta-feira (9), a informação que um grupo criminoso estava se preparando para assaltar uma Casa Lotérica na grande João Pessoa. A partir disso, foi realizado um monitoramento nos correspondentes bancários dessas localidades.

Mas foi por volta das 18h, por meio de uma postagem feita em uma rede social, que a polícia conseguiu a informação que estava procurando. Familiares e amigos de uma mulher diziam que ela tinha sido obrigada a entrar em um veículo ocupado por dois homens. A equipe da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio foi até o município de Lucena e, depois de colher informações sobre o caso, solicitou a ajuda da Polícia Militar. Um cerco foi montado para impedir a fuga dos suspeitos.

“O nosso objetivo era encontrar a vítima o mais rápido possível, por isso fechamos todas as saídas da cidade. Mas quando os suspeitos viram que não tinham como escapar, deixaram a gerente em uma casa dentro de uma mata e com raiva por não ter conseguido realizar o objetivo, que era assaltar a Casa Lotérica usando a chave do cofre que estava com ela, eles torturaram a vítima várias vezes e depois deixaram ela presa na residência, mas felizmente eles não conseguiram escapar de um bloqueio policial”, disse o delegado Aldrovilli Grisi, responsável pela investigação.

Na hora da abordagem, um dos homens apresentou um documento falso e, depois de ser questionado sobre isso, acabou confessando a participação no sequestro da gerente da Casa Lotérica. Os suspeitos mostraram onde a vítima estava e no local os policiais observaram marcas de solados de sapatos diferentes dos usados pelos dois homens presos, o que levantou a suspeita de envolvimento de outras pessoas com o crime. Os dois homens foram encaminhados para Central de Polícia, no Geisel, e estão recolhidos na carceragem aguardando pela audiência de custódia.

Outras prisões – Na manhã desta segunda-feira (12), policiais da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) da Capital prenderam Cleison Ribeiro do Amaro Ferreira, 21 anos, suspeito de participar da tentativa de homicídio e roubo a um vigilante de um supermercado localizado na Av. Beira Rio, no bairro da Torre, em João Pessoa.

O crime aconteceu no dia 12 de setembro deste ano e durante a ação os criminosos atiraram contra a cabeça do vigilante. Como o estabelecimento tem monitoramento de câmeras, a polícia analisou as imagens e identificou Cleison como um dos envolvidos com o crime. Ele foi preso quando chegava à Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos para prestar depoimento em um inquérito que é investigado por roubo de moto.

Como já responde por outros crimes, Cleison Ribeiro do Amaro Ferreira foi ouvido pelo delegado de Crimes Contra o Patrimônio, Aldrovilli Grisi, e está recolhido na carceragem da Central de Polícia do Geisel aguardando pela decisão da Justiça.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também