João Pessoa, 05 de maio de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CONTRA A GRIPE

Geraldo Alckmin aplica vacina no pré-candidato José Serra

Comentários:
publicado em 05/05/2012 às 17h39
A- A+

Um balanço preliminar da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informa que, das 8h às 11h da manhã deste sábado (5), foram vacinadas 300,8 mil pessoas contra a gripe. A ação faz parte da campanha nacional promovida pelo Ministério da Saúde e vai até o dia 25.

A abertura oficial da campanha na capital paulista ocorreu em um posto no Centro de Referência do Idoso da Zona Norte, no bairro do Mandaqui, e teve a presença do governador Geraldo Alckmin e da apresentadora Palmirinha, ‘garota-propaganda’ da campanha.

O governador aplicou uma dose no candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, José Serra. A campanha é voltada para pessoas com mais de 60 anos, mulheres grávidas, profissionais da saúde, indígenas, detentos e pacientes com doenças crônicas ou imunodeprimidos que apresentarem receita médica.

Por grupo, foram vacinados no estado nas três horas iniciais da campanha 225,4 mil idosos, 42,9 mil crianças entre 6 meses e 2 anos, 14,2 mil gestantes, 14,5 mil trabalhadores da saúde e 3,8 mil indígenas.

Até 25 de maio, a secretaria pretende imunizar contra a gripe 5,3 milhões de paulistas, número correspondente à meta de 80% dos 6,6 milhões que integram o público-alvo da campanha.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha também protege contra outros dois tipos do vírus influenza: A H3N2 e B.

Para facilitar o acesso, a campanha conta com mais de 7 mil postos de vacinação, entre fixos e volantes, 3,5 mil veículos, 32 ônibus e cinco barcos. Ao todo, serão 41,6 mil profissionais da área da saúde, estaduais e municipais, envolvidos na ação.

Os postos de saúde continuam abertos até 17h deste sábado e de segunda a sexta-feira, até o dia 25. Na capital, as salas de vacinação das rodoviárias do Tietê e da Barra Funda também abrirão aos sábados e domingos, das 8h às 20h. Por causa da reforma em sua sala de vacinação, o Instituto Pasteur, na Avenida Paulista, não participará da campanha este ano.

G1

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!