João Pessoa, 09 de maio de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
TRÉPLICA

CONTRATAQUE: para Júlio Rafael, só Justiça pode barrar ilicitudes de Anísio

Comentários:
publicado em 09/05/2012 às 16h09
A- A+

A troca de farpas entre os petistas Júlio Rafael e Anísio Maia parece que não tem prazo para terminar. Após o revide de Anísio Maia que, ao ‘passar na cara’ do colega de partido sua derrota “humilhante” – como afirmou – na última eleição, não tinha moral para pedir sua cassação, o superintendente não recuou e, em contato com o MaisPB,  voltou a insinuar que o parlamentar permanece usando indevidamente dinheiro público para benefício próprio.

Usando da mesma ironia usada por Anísio para afrontá-lo, Júlio Rafael procurou nossa redação para deixar clara sua crença que só a justiça pode frear (segundo aponta) ‘os atos ilícitos praticados por Maia’.

“Sou uma pessoa de certa idade. Aprendi que a justiça tarda mais não falha. Espero que, no caso de Anísio, ela não tarde, pois quanto mais rápido agir, menor a taxa de perigo de utilização de recursos públicos para fins privados”, disparou.

LEIA MAIS: SEM PENA: Anísio humilha petista e manda ‘mercenário’ se filiar ao PSB

                     Liderança petista defende a cassação do deputado Anísio Maia por corrupção

Questionado se ele estava convicto que a Justiça não irá ‘demorar’ a condenar seu correligionário, Júlio não titubeou em reforçar sua crença nos atos de corrupção praticados pelo parlamentar.

“As provas são muito contundentes contra ele. As gravações que ouvi de manipulação de recursos são muito fortes”, destacou Rafael.

Apesar da convicção, Júlio afirmou que prefere deixar para a Justiça a confirmação de sua crença. Por outro lado, prometeu: “Se ela o inocentar, serei o primeiro a vir a público pedir desculpas”
 

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!