João Pessoa, 30 de dezembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
desastre ambiental

Governo baiano diz que aceitará ajuda da Argentina

Comentários:
publicado em 30/12/2021 às 16h01
atualizado em 30/12/2021 às 16h11
(Porto Seguro - BA, 12/12/2021) Presidente Bolsonaro sobrevoa áreas atingidas por enchentes no Estado da Bahia. Foto: Isac Nóbrega/PR

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou nesta quinta-feira (30) através das redes sociais que aceitará a ajuda humanitária oferecida pela Argentina, mesmo após a recusa do governo federal. O estado foi afetado por fortes chuvas neste fim de ano e até o momento já são mais de 24 mortos em decorrência dos estragos climáticos.

“A Argentina ofereceu ajuda humanitária às cidades afetadas pelas chuvas na Bahia, apesar da negativa do governo federal. Me dirijo a todos os países do mundo: a Bahia aceitará diretamente, sem precisar passar pela diplomacia brasileira, qualquer tipo de ajuda neste momento”, disse o chefe do executivo baiano.

Ao total mais de 629 mil pessoas são afetadas pelas chuvas na Bahia, e 91.258 estão desabrigadas ou desalojadas. Ao todo, 136 cidades baianas estão em situação de emergência. Porém, de acordo com o governo federal, o auxílio da Argentina não é necessário.

“O fraterno oferecimento argentino, porém muito caro para o Brasil, ocorre quando as Forças Armadas, em coordenação com a Defesa Civil, já estavam prestando aquele tipo de assistência à população afetada, inclusive com o apoio de 3 helicópteros da Marinha e Exército”, disse o presidente Jar Bolsonaro nas suas redes sociais.

De acordo com o último boletim, divulgado na noite desta quarta-feira (29) pela Defesa Civil da Bahia, 24 mortes foram provocadas pelos temporais no estado.

MaisPB

MaisTV

Queiroga minimiza críticas ao filho e diz que PB vai saber separar ‘joio do trigo’

ELEIÇÕES 2022 - 09/08/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas