João Pessoa, 02 de dezembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
sabatina de Mendonça

Alcolumbre busca ‘traidores’ após derrota

Comentários:
publicado em 02/12/2021 às 08h43
atualizado em 02/12/2021 às 10h36
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP), começa a juntar as peças do tabuleiro para identificar os nove votos de senadores que traíram sua confiança e ajudaram a aprovar o candidato “terrivelmente evangélico”, André Mendonça, na sabatina realizada no plenário do Senado. As informações são da coluna de Lauro Jardim.

Até minutos antes de abrir o placar, o senador do Amapá estava convicto de que teria 41 dos 79 votos e, assim, iria impor uma derrota ao ex-advogado geral da União. Mas, o Mendonça conseguiu 47 dos 79 votos. Alcolumbre obteve 32 para derrotá-lo. Na votação secreta, nove senadores traíram (ao menos é a palavra usada por ele) a sua confiança.

Há um temor de que Alcolumbre use a pauta da Comissão de Constituição e Justiça para retaliar colegas senadores, segurando projetos importantes no colegiado.

MaisPB

MaisTV

Queiroga minimiza críticas ao filho e diz que PB vai saber separar ‘joio do trigo’

ELEIÇÕES 2022 - 09/08/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas