João Pessoa, 13 de novembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
maispb entrevista

Exclusivo: Gal Costa fala sobre retorno aos palcos e previsão de show em JP

Comentários:
publicado em 13/11/2021 às 12h05
atualizado em 13/11/2021 às 13h52
A- A+

Kubitschek Pinheiro MaisPB

Fotos Manu Scarpa

Gal Costa já está na estrada. A turnê “As Várias Pontas de uma Estrela”, já passou por São Paulo, no Teatro Bradesco, (confira as fotos do show aqui), um dos palcos mais importantes da América do Sul, para a estreia nacional do novo espetáculo. Ontem a artista se apresentou no Vivo Rio e segue neste final de semana.

Gal é uma das vozes mais consagradas da música brasileira e se debruça sobre as relações entre o riquíssimo repertório que ela própria apresentou ao Brasil, repleto de hits e obras-primas, e a obra monumental de Milton Nascimento.

Além das canções do autor mineiro já gravadas por Gal e clássicos do repertório da cantora compostos por Chico Buarque, Caetano Veloso, Dorival Caymmi e Tom Jobim. O roteiro também inclui surpresas e lados B da discografia de Gal Costa, iniciada em 1965 com o compacto “Maria da Graça”. A direção do espetáculo é assinada por Marcus Preto.

Durante a pandemia, Gal testou o formato de piano, baixo e bateria – trocando o acompanhamento de violão pelo piano. E está adorando cantar novamente para o público presencial. A banda é formada por Fábio Sá (baixo elétrico e acústico), André Lima (teclados) e Victor Cabral (bateria e percussão).

Este show é a oportunidade dos fãs e admiradores matarem a saudade da artista baiana, que ficou afastada durante a pandemia e também de conhecerem seu recente álbum de estúdio, lançado em fevereiro. “Nenhuma Dor” organiza os dez singles que Gal lançou com outros grandes nomes nas plataformas digitais desde novembro de 2020.

Para conferir as primeiras apresentações de “As Várias Pontas de uma Estrela”, o público está apresentando o comprovante de vacinação contra a COVID-19, com pelo menos uma dose aplicada. O documento de comprovação poderá ser físico ou digital (disponível no aplicativo Conecte SUS).

A artista conversou com o MaisPB e falou da alegria de estar de volta aos palcos e reencontrar os fãs. Confere aí.

MaisPB – E aí Gal, contente pela retomada dos shows?

Gal Costa – Estou ansiosa em reviver esse show, que estava fazendo ainda quando começou toda a pandemia. É um compromisso que eu tinha antes, espero que o show seja bonito”, afirma a cantora, de 76 anos de idade e 55 de carreira, sem esconder a adrenalina que marca a sua volta aos palcos.

MaisPB Gal – O lançamento da turnê foi em São Paulo e agora vai começar a temporada no Vivo Rio, com toda segurança e, claro, a luminosidade de sua presença no palco?

Gal Costa – Estou muito feliz em poder voltar. Estava com saudades do palco, onde me sinto segura e serena. A música é importante para a minha vitalidade, me dá equilíbrio.

MaisPB – As lives tiveram sua importância, né Gal?

Gal Costa – As lives substituíram os shows, eram uma alternativa para a gente ficar perto dos fãs, mas estar em cima do palco é algo que me deixa feliz demais. Eu estava com muitas saudades do frio na barriga antes de entrar no palco, de sentir a energia do público e não via a hora de estarmos todos com um mínimo de segurança, vacinados para nos encontrarmos no show.

MaisPB – Como foi construído esse novo show “As Várias Pontas de uma Estrela”?

Gal Costa – Esse projeto existe há um tempo já e consiste em um show criado a partir da obra do Milton Nascimento. A direção é do Marcus Preto e, além das músicas do Milton que eu gravei ao longo da minha carreira, teremos também canções do Jobim, Caetano, Chico Buarque e Dorival Caymmi.

MaisPB – Você acredita que depois do Rio, a turnê poderá chegar ao Nordeste e João Pessoa estaria no roteiro?

Gal Costa – Com certeza faremos o possível para levar esse show ao Brasil todo no ano que vem.

MaisPB Vai cantar os clássicos compositores – Chico Buarque, Caetano Veloso, Caymmi e Tom Jobim e Milton Nascimento, além das surpresas que você sempre traz em seus shows?

Gal Costa – Sim. O roteiro do show é baseado nesses compositores.

MaisPB – O Brasil inteiro viu você falando com muita delicadeza sobre Marília Mendonça, que canta no seu disco “A Pele do Futuro”, a canção “Cuidando de longe”, dela, que vocês fazem um duo. Vai cantar essa canção no show para homenageá-la?

Gal Costa – Marília era incrível e merece todas as homenagens que estão sendo feitas para ela, mas infelizmente a música não faz parte do repertório criado para esse show.

MaisTV

Prefeitura passa a ofertar cirurgia bariátrica em JP

SAÚDE - 03/12/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas