João Pessoa, 18 de abril de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

João Medeiros é pediatra e presidente da Academia Paraibana de Medicina. E-mail: j.g.medeirosfilho@gmail.com

A Jóia Rara da Paraíba

Comentários:
publicado em 18/04/2021 às 09h53
atualizado em 18/04/2021 às 06h57
A- A+

O médico João Medeiros Filho. abre espaço na sua coluna, para publicar o brilhante texto do também médico gastroenterologista Eurípedes Sebastião Mendonça de Souza. Leiam e sintam a maravilha que é a música humana música. (Kubitschek Pinheiro, Editor de Opinião do MaisPB)

**************************************************************************

Por Euripedes Sebastiao Mendonça de Souza

A jóia rara da Paraíba está completando dez anos de existência. Ao comparar a Paraíba a uma joia o Ton atingiu o alvo. Uma jóia tem valor afetivo, passa de geração a geração, é perene, resistente, bela, brilhosa e colorida. A propósito, qual a cor da nossa Paraíba? Azul, da turmalina, riqueza do município de Salgadinho?

A jóia a que se refere o título é a música: “Paraíba Jóia Rara”, do compositor campinense Ton Oliveira (foto), que a compôs em 2011, durante uma viagem à cidade de Solânea. O autor foi apresentado a ela há uns cinco anos, por um médico amante da boa música. Na época, chamou a atenção o primor da letra. Anos se passaram, até que neste segundo ano da pandemia da Covid-19, dois fatos reacenderam a redescoberta da jóia rara.

O primeiro foi protagonizado pelo campinense jogador Hulk, que em entrevista à uma TV da Paraíba em meados do mês de março cantarolou trechos da aludida melodia. Já no dia primeiro de abril, as mídias sociais divulgaram um vídeo no qual a também campinense Juliette Freire – de uma forma natural e espontânea – conciliou o ato de se maquiar, cantarolar partes da música “Paraíba Jóia Rara” e enaltecer os principais pontos turísticos da Paraíba”.

Você sabia que a música acima citada é um patrimônio imaterial do Estado? Que muitos a consideram o “hino da Paraíba”. O autor concorda. A letra é assaz agregadora. Prioriza a natureza, os encantos geográficos, biológicos (dinossauros e algodão colorido) e evita confrontos ideológicos ao homenagear os paraibanos: Augusto dos Anjos – paraibano do século – Ariano Suassuna e Jackson do Pandeiro.

Proposta: aproveitar o aguçamento do sentimento de paraibanidade e traçar/implementar estratégias para celebrar ruidosamente os 10 anos da melodia “Paraíba Jóia Rara” e assim eternizá-la como o hino oficial da Paraíba.

A joia rara da Paraíba é a Paraíba Jóia Rara. Orgulhemo-nos!

Confira a letra

Paraíba Jóia Rara ( Ton Oliveira)

Aqui o sol nasce primeiro
E tão desinibido
E a lua exibe um estrelado
Com tanta beleza
Que até o algodão se empolga
E já vem colorido
Exibições inexplicáveis
Da mãe natureza
Aqui até os dinossauros
Fizeram morada
E a gente pode ao som
De jackson pandeirear
Ouvir a voz que na bandeira
Ficou estampada
Dar frutos
Que o tempo e a história
Não vão apagar
Eu sou da Paraíba, é meu esse lugar
A cara desse povo tem a minha cara
Encanto de beleza que me faz sonhar
Lugar tão lindo assim pra mim, é joia rara
Que bom estar no ponto mais oriental
Astrologicamente ser um ariano
Rimar como um Augusto tão angelical
Eu sou muito feliz
Eu sou paraibano

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

MaisTV

Hora H: no cardápio das alianças de 2022, a salada das incoerências

EDITORIAL - 28/01/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas