João Pessoa, 07 de janeiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DIA TRISTE

Autoridades e artistas lamentam morte de Genival

Comentários:
publicado em 07/01/2021 às 09h22
atualizado em 07/01/2021 às 09h13
A- A+

O prefeito Bruno Cunha Lima lamentou profundamente a morte, na manhã desta quinta-feira (7), do cantor e compositor campinense Genival Lacerda, 89, em Recife. Após 35 dias internado por complicações causadas pela Covid-19, o artista veio a óbito.

Bruno Cunha Lima decidiu decretar luto oficial de três dias em Campina Grande, pelo falecimento do artista e ícone da música regional, que há várias décadas morava em Recife, mas nunca abandonou suas origens em Campina Grande.

Com seu estilo peculiar e identificado com as raízes regionais do Nordeste, Genival Lacerda gravou 70 discos e fez sucesso nacional em sua carreira, tendo emplacado vários sucessos que até hoje são regravados, por estrelas da música brasileira.

Homenagem

Como deputado estadual, em abril de 2016 (mês de aniversário do cantor e compositor), Bruno Cunha Lima prestou homenagem a Genival Lacerda e  vários outros artistas, numa sessão especial da Assembleia Legislativa da Paraíba em Campina Grande. Foi concedida a Genival a Medalha de Mérito Cultural Ronaldo Cunha Lima.

Governador lamenta morte

O governador João Azevêdo manifestou profundo pesar pela morte do cantor e compositor paraibano. Conhecido por todo o Brasil, Genival era considerado um símbolo da cultura do Nordeste, sendo um dos grandes nomes do forró, ritmo que levou para o país inteiro com seu carisma e irreverência, características que o tornaram um ídolo popular. Seu trabalho ganhou reconhecimento nacional oficialmente no final de 2017, quando recebeu no Palácio do Planalto a medalha da Ordem do Mérito Cultural (OMC).

A assessoria informou que “João Azevêdo se solidariza com familiares e amigos, externando condolências pela perda irreparável”.

Entidades e demais políticos lamentam

A morte do cantor paraibano provocou o pesar em entidades e políticos. Para a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) o artista foi capaz de trazer visibilidade ao estado, sendo um dos pioneiros em compartilhar a cultura do Nordeste para o país inteiro.

“Hoje se foi um homem responsável por dar um significado único ao forró brasileiro e seu legado é histórico, precisa ser relembrado por muitos anos e ensinado às próximas gerações. Infelizmente, foi mais uma vítima do coronavírus e desejamos conforto e paz para a família em um momento tão triste”, destacou George Coelho, presidente da entidade.

A Associação Paraibana da Advocacia Municipalista (Apam) destacou a irreverência e o talento do artista. “Genival Lacerda era irreverente e representava todo o talento, força e resistência do nordestino. A Paraíba e Brasil estão mais triste sem o artista, mas fica a sua obra”, disse o vice-presidente da Apam, Alberto Jorge.

A Mesa Diretora da Câmara de João Pessoa emitiu uma nota na qual lamenta o falecimento do cantor. “O Brasil perdeu um talento natural que orgulha a Paraíba. Cantor, compositor e um dos remanescentes da mais genuína expressão do forró nordestino. Ele foi ícone, também, da geração que inseriu os versos de duplo sentido na música regional”, diz o texto.

“Genival Lacerda deixa órfão cada paraibano que se acostumou ao bom humor do artista que chegou a ser apelidado de “Senador do Rojão”. Natural de Campina Grande, o cantor foi agraciado pela Câmara Municipal de João Pessoa com o Título de Cidadão Pessoense e a Medalha Cidade de João Pessoa. À família, aos amigos, aos milhões de fãs, nossa solidariedade nessa hora de dor”, conclui a nota.

A senadora Daniella Ribeiro (PP) também emitiu pesar. “A morte de Genival Lacerda nos deixa tristes, mas a memória do seu humor contagiante e irreverência nos enche de alegria. Grande artista que levou a identidade cultural do nosso povo paraibano para o mundo. À família, a minha solidariedade”. O senador Veneziano Vital do Rêgo pretsou sua homenagem. “Hoje perdemos não apenas um grande artista, mas uma das maiores referências da nossa cultura paraibana, ícone do forró e exemplo para muitas gerações. O cantor e compositor Genival Lacerda deixa um legado de dedicação à música e de amor pela sua terra natal”, afirmou.

Já o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) lembrou a dor dos paraibanos. “Perdemos um grande ícone da nossa cultura. A Paraíba acorda mais triste com a morte de Genival Lacerda”, lamentou.

Do mesmo modo, os deputados Camila Toscano e Tovar Correia Lima (ambos do PSDB) se pronunciaram. “Lamento profundamente. Genival Lacerda nos deixa e leva um pouquinho da gente. Ele marcou época e foi símbolo de resistência da mais genuína da nossa cultura. Ele tinha um o estilo próprio de cantar, mas também ganhou destaque pela alegria de ser nordestino e mostrar que música pode ter bom humor. Estamos todos de luto”, comentou Camila. “O Brasil perde um artista uma das maiores personalidades do forró brasileiro. Compositor, foi um dos primeiros a destacar o Nordeste em cenário nacional. O Brasil perde um grande talento e a Paraíba chora a morte desse campinense, que foi mais uma vítima desse vírus tão perigoso”, disse Tovar.

Artistas também se solidarizam

Luiz Thinderbird, músico e apresentador: “Conheci Genival Lacerda na rua, ali em frente ao prédio da Folha de São Paulo. Ele foi de uma simpatia incrível. Ele criou um estilo muito pessoal na música. Mais uma vítima da Covid 19. Muito triste!’

Sônia Abrão, apresentadora: “MORRE GENIVAL LACERDA! O ícone do forró tinha 89 anos e foi vítima da Covid-19, após 35 dias internado no Real Hospital Português, em Recife! Que pena!”

Marcelo D2, músico: “Essa é a imagem que fica pra mim de Genival Lacerda. Essa dança dele com a mão na barriga me faz lembrar a alegria do Brasil, me conecta muito com meus antepassados e me trás uma sensação boa de felicidade. Que descanse em paz”.

Daniel Boaventura, ator e cantor: “O maravilhoso, irreverente, talentoso representante fiel do forró, @cantorgenivalacerda, nos deixou. Autor de clássicos favoritos como: Radinho De Pilha, Ainda Mangou de Mim, Severina Xique Xique. Descanse em paz”.

Daniella Mercury: “A música de Genival Lacerda era pura alegria. Queria agradecer por cada sorriso. Sinto muitíssimo que ele vá embora assim. Um abraço carinhoso para a família”.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!