João Pessoa, 28 de janeiro de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
reunião no palácio

Hora H: João diz que ouvirá polícias e mostrará números

Comentários:
publicado em 28/01/2020 às 19h00
atualizado em 29/01/2020 às 06h49
Governador João Azevêdo - Foto: Secom-PB

O governador João Azevêdo (sem partido) afirmou que nesta quarta-feira, às 15h, se reunirá com categorias de segurança o reajuste salarial e vai ‘colocar os números na mesa’. Em entrevista exclusiva ao Hora H, programa da Rede Mais, transmitido em João Pessoa pela Rádio Pop FM 89.3 FM, nesta terça-feira (28), o gestor se propôs a dialogar com policiais civis e militares.

“A gente vai sentar e dialogar, os números serão colocados na mesa e vamos verificar. Não temos interesse de esconder nada”, disse o governador, por telefone, direto de Brasília, aos jornalistas Heron Cid e Wallison Bezerra.

A equipe econômica não está fechada para receber sugestões, enfatizou o governador, e a verificar a viabilidade e compatibilidade das propostas encaminhadas pelas categorias com o orçamento e limites do Governo.

Entre as demandas das classes, estão a defasagem salarial e a incorporação da Bolsa Desempenho nos vencimentos dos inativos e pensionistas da categoria. O encontro acontecerá às 15h no Palácio da Redenção e, ao Hora H, o governador enfatizou ser esta a segunda reunião entre ele e as forças de segurança. “Isso é coisa inédita na história da Paraíba”, disse.

No primeiro encontro entre João Azevêdo e o grupo foi oferecido o reajuste de 5%, mas a proposta foi rejeitada pelos policiais.  Segundo os sindicatos, este acréscimo seria retirado devido aos 3% cobrado com a reforma da Previdência. Com o novo encontro, o governador espera uma definição para o impasse. “Vamos encontrar um denominador comum”, disse.

Escute a entrevista de João Azevêdo ao Hora H, na Rede Mais Rádio:

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também