João Pessoa, 22 de janeiro de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
joão pessoa

Agentes de saúde ameaçam paralisar atividades

Comentários:
publicado em 22/01/2020 às 15h48
atualizado em 23/01/2020 às 12h47
A- A+

Agentes comunitários de Saúde de João Pessoa ameaçam não repassar os dados do cadastramento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) na Capital, caso a Prefeitura não conceda o reajuste salarial da categoria ainda neste mês de janeiro. Com o subsídio atual de R$1.250, os servidores passariam a receber R$1400.

Ao Portal MaisPB, o vice-presidente do Sindicato Municipal dos Agentes de Saúde de João Pessoa, Raul Lima, explicou que o cadastramento é uma solicitação do Governo Federal as gestões municipais, que através do agentes, atualizam os dados dos que utilizam o SUS para receber recursos da União. Sem as informações levantadas pela categoria, os dados não são repassados e a Prefeitura pode ficar sem o valor.

“O Governo Federal só vai repassar o incentivo para cada município de acordo com o número de usuários. Nós, agentes de saúde, estamos recadastrando todos os usuários e tem uma data limite para isso, que é o mês de março. Se o aumento não for pago em janeiro, não vamos passar os dados para a Prefeitura e só o faremos após o pagamento”, informou.

Segundo Raul, o reajuste é previsto em lei promulgada em 14 de agosto pelo Congresso Federal e os agentes não vão abrir mão do acréscimo em janeiro.

O Portal MaisPB procurou a Secretaria de Saúde, mas até o fechamento da reportagem não obteve reposta.

MaisPB

MaisTV

Carreta tomba em curva na Serra de Santa Luzia no Sertão

vídeo - 17/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas