João Pessoa, 16 de julho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
TRAGÉDIA DA MUZEMA

Operação conjunta prende investidores

Comentários:
publicado em 16/07/2019 às 08h51
atualizado em 16/07/2019 às 10h14

Uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio de Janeiro prendeu, nesta terça-feira (16), suspeitos de investir na construção de imóveis irregulares onde dois prédios desabaram matando 24 pessoas, na Muzema, Zona Oeste do Rio. Entre as vítimas, vários paraibanos.

Pelo menos cinco pessoas foram presas e até sendo uma delas no Piauí.

Um dos alvos, Bruno Cancella foi preso na casa dele, na Freguesia. As investigações apontaram que ele movimentou cerca de R$ 24,5 milhões em quatro anos.

Ele é casado com a funcionária da Prefeitura do Rio e que trabalha no setor de IPTU Letícia Champion Ballalai.

Outro alvo, Leonardo Igrejas Esteves Borges, é acusado de financiar e injetar dinheiro em construções irregulares.

Ao todo estão sendo cumpridos 17 mandados de prisão expedidos pela 33ª Vara Criminal.

José Bezerra de Lima, o Zé do Rolo, apontado como construtor dos dois prédios que desabaram, segue foragido. A Polícia acredita que ele possa ter fugido para o Nordeste, provavelmente a Paraíba ou Pernambuco.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também