João Pessoa, 12 de junho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
apoio

Alunos da Unifacisa participam de montagem do Salão do artesanato

Comentários:
publicado em 12/06/2019 às 09h43

Nesta quarta-feira, 12, começa a 30ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba, com o tema “Labirinto – A Arte que Une Gerações”, a montagem e ambientação do evento, montada no Museu de Arte Contemporânea (MAC), contou com a participação direta de alunos e professores do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unifacisa.

De acordo com a professora do curso, Mariana Porto Viana, a ideia de integrar os alunos da Unifacisa no processo de definição de layout e montagem do salão está sendo uma oportunidade extremamente rica para todos.

“Muitos estudantes se inscreveram para participar do projeto. A seleção não foi fácil, levamos em consideração o desempenho de cada um no curso e montamos as equipes que contribuíram com a discussão e definição de layout do evento. Definimos os fluxos, os elementos focais de um uma feira e depois passamos pelo processo de montagem. É um aprendizado inclusive para nós professores, tudo isso é muito importante para o crescimento deles, principalmente se tratando de uma experiência durante a graduação”, afirmou.

O coordenador do curso de arquitetura e urbanismo, Ricardo Araújo, pontuou a importante contribuição que a Unifacisa está promovendo para a cultura da Paraíba.

“A Unifacisa está oferecendo um espaço de valor arquitetônico que valoriza as obras dos artesãos e nossos alunos estão contribuição com um toque estético na montagem dos espaços que vão mostrar as obras desses artistas. É importante trazer um pouco da prática do arquiteto que também lida com a questão de interiores, sobretudo pela experiência de eventos. Os estudantes trazem um pouco do que eles estão aprendendo ao longo do curso, sobretudo nas disciplinas de estética, história da arte, disciplina de projeto e arquitetura de interiores, esses componentes têm a ver com essa experiência também”, destacou.

Segundo ele, para os estudantes do curso de arquitetura e urbanismo da Unifacisa participar da montagem do salão do artesanato é uma oportunidade para entender um pouco mais desse ramo da arquitetura.

“Não podemos deixar de agradecer a oportunidade dessa parceria tanto da parte da gestora do PAP, Marielza Rodrigues, quanto do arquiteto Gustavo Vaz. Trazer o evento para o Museu é entender que o artesanato também é uma arte. Acredito que esse é o maior entendimento de que a obra do artesão está tendo, como uma obra de arte”, disse.

O arquiteto responsável pelo layout, Gustavo Vaz, destacou a contribuição dos estudantes da Unifacisa na ambientação do salão do artesanato.

“A participação deles é fantástica. É mais uma forma de trabalho de arquitetura, através de uma arquitetura de eventos. Uma experiência riquíssima para todos que podem visualizar o processo de montagem de uma arquitetura efêmera. Entender como funciona essa montagem é também um nicho de mercado e uma futura oportunidade para eles”, afirmou.

A estudante do 7º período de arquitetura e urbanismo da Unifacisa, Atalia de Sousa Viera, afirmou que a experiência está sendo muito importante, uma vez que, é possível colocar em prática o que está sendo visto na teoria da graduação.

“Aqui estamos vivenciando uma arquitetura diferenciada, não é algo tão comum, mas é uma habilidade que o arquiteto tem e pode exercer. É muito importante a oportunidade que a Unifacisa está nos dando, além do apoio dos professores e o contato com os artesãos”, afirmou.

Já o aluno Samuel Wesley Britto Fragoso da Silva Júnior, também do 7º período de arquitetura e urbanismo, o sentimento é de orgulho em produzir e fazer parte do projeto.

“Depois de vários anos participando como visitante, agora, poder participar da montagem é uma experiência bastante enriquecedora. Conhecer um pouco mais sobre a produção dos artesanatos locais e valorizar ainda mais essa arte, além de termos uma equipe de profissionais com uma grande troca de experiência. Meu sentimento é de orgulho de tudo que produzimos e de fazer parte”, finalizou.

Salão do Artesanato – A 30ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba ocorrerá de 12 a 30 de junho, em Campina Grande. Além das peças que serão expostas no Salão, o evento conta com uma programação cultural como trios de forró, bandas locais, food trucks com chefs regionais e diversas homenagens.

A entrada para o Salão do Artesanato da Paraíba terá uma cobrança simbólica de 1kg de alimento não perecível. A arrecadação será destinada às famílias carentes da cidade. O Salão do Artesanato da Paraíba é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde) e do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP).

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também