João Pessoa, 20 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
VOLTA AO RACIONAMENTO

Hervázio acusa Cássio de provocar racionamento

Comentários:
publicado em 20/09/2017 às 13h34
atualizado em 20/09/2017 às 13h40
A- A+

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), reagiram, na tarde desta quarta-feira (20) às acusações de Hervázio Bezerra (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa, de que eles provocaram a Justiça para que determinasse a retomada do racionamento de água em Campina Grande.

A declaração de Hervázio Bezerra aconteceu durante entrevista ao repórter do Portal MaisPB, Albemar Santos.

“É profundamente lamentável que a classe política, principalmente os líderes de Campina Grande liderados pelo senador Cássio Cunha Lima venham provocar a Justiça e chegar uma decisão como essa”, disse Hervázio ao Portal MaisPB.

Para o senador, a declaração do líder é um desrespeito ao Poder Judiciário.

“É um desrespeito a autonomia do Poder Judiciário e a autonomia do magistrado”, pontuou Cunha Lima em entrevista ao programa Rádio Verdade, da Rádio Arapuan FM.

Também em contato com o Rádio Verdade, Romero lançou um desafio e anunciou que renuncia ao seu mandato caso seja provado que ele procurou algum segmento da Justiça para tratar da questão.

“Eu renuncio ao meu mandato de prefeito de Campina Grande se provarem que procurei qualquer segmento da Justiça estadual ou federal no sentido de tratar especificamente sobre essa questão do fim do racionamento”, afirmou.

Veja o vídeo:

Roberto Targino – MaisPB

MaisTV

“Nordeste não é problema, é solução”, diz João Dória

AGENDA NA PARAÍBA - 23/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas