João Pessoa, 08 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
fórum paraibano

Evento discute em Sousa efeitos da corrupção

Comentários:
publicado em 08/09/2017 às 15h12
atualizado em 08/09/2017 às 13h47
A- A+
Cláudio Gadelha, coordenador do Focco PB

No Brasil, a corrupção tira anualmente do bolso do cidadão cerca de R$ 200 bilhões. Na Paraíba, cerca de R$ 1 bilhão é desviado, por ano, dos cofres públicos.

Por outro lado, a Paraíba tinha (segundo o IBGE), 220 mil desempregados no primeiro trimestre deste ano. Parte do dinheiro desviado no Estado poderia, por exemplo, gerar postos de trabalho para uma parte desses desempregados.

É justamente para discutir os impactos que a corrupção causa na vida de milhares de pessoas que o Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB) – juntamente com órgãos parceiros – realizará a 3ª etapa do projeto “Focco em Movimento”, no município de Sousa, na próxima terça-feira (12 de setembro).

A partir das 14h, uma equipe do Focco-PB (formada por representantes de diversas entidades) estará no campus da UFCG, em Sousa (Sede I, Centro), fazendo coleta de denúncias. Já a partir das 19h, no mesmo local, será realizada a Audiência Pública e a entrega da premiação aos ganhadores do Concurso de Redação com o tema: “Corrupção – o que você tem a ver com isso?”.

Como participar –As pessoas podem participar da Audiência Pública apresentando sugestões e propostas durante o evento. Além disso, denúncias também podem ser apresentadas de forma anônima, por escrito, remetidas previamente à Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região, ou por meio do e-mailprt13.gab.claudio.gadelha@mpt.mp.br, ou ainda, até o final da Audiência Pública, enviadas à Mesa Diretora dos trabalhos, no local do evento.

Segundo o procurador do Trabalho e coordenador estadual do Focco-PB, Cláudio Gadelha, a Audiência Pública tem como objetivo discutir com a população em geral os mais graves problemas relacionados à corrupção, para fins de enfrentamento coletivo dessa prática ilícita, através da participação da sociedade aliada aos órgãos de controle integrantes do Focco. Ele informou que além de Sousa, podem participar do evento moradores e representantes de entidades representativas dos municípios da Região Metropolitana de Sousa.

Sobre o projeto -Com o slogan “Corrupção: corte este mal pela raiz”, o Focco está visitando municípios convidando a população a fazer parte deste movimento. Em cada etapa, o projeto oferece ao público, durante o dia, postos para coleta de denúncias e materiais explicativos sobre o tema, por meio dos diversos órgãos de controle integrantes do Fórum. Já à noite, ocorre a Audiência Pública. Na etapa Sousa, também foi realizado um Concurso de Redação sobre a Corrupção.

O projeto tem como principal objetivo conscientizar a sociedade do necessário exercício permanente da cidadania e fomentar a cultura de combate à corrupção, promovendo a sensibilização da população, por meio do debate. O Projeto ‘Focco em Movimento’ tem a intenção de ser desenvolvido, inicialmente, em sete etapas, em sete municípios paraibanos. A ação já aconteceu nos municípios de Patos (em junho deste ano) e em Guarabira, no último dia 2 de agosto.

Participam desse projeto mais de 10 entidades, entre elas, o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Tribunal de Contas da União (TCU), Receita Estadual, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), Funasa, INSS, Controladoria Geral da União (CGU), Controladoria Geral do Estado (CGE), Conselho Regional de Psicologia (CRP), Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS) e Ministério Público Federal (MPF).

MaisTV

“Nordeste não é problema, é solução”, diz João Dória

AGENDA NA PARAÍBA - 23/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas