João Pessoa, 20 de julho de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

O mérito da candidatura de Wilson Filho

Comentários:
publicado em 20/07/2016 às 10h01
atualizado em 20/07/2016 às 07h17
A- A+
Deputado sai da imagem 'acessória' e encarna papel de protagonismo na maior cidade do Estado

Deputado sai da imagem ‘acessória’ e encarna papel de protagonismo na maior cidade do Estado

Tida como um blefe no primeiro momento, a candidatura do deputado federal Wilson Filho à Prefeitura de João Pessoa chega à reta final das convenções surpreendendo o mundo político paraibano, a começar pela sua manutenção, sem mais questionamentos, enquanto o candidato natural, o deputado Manoel Júnior, sofre para continuar no páreo.

Wilson Filho protagoniza, semana após semana, eventos públicos e partidários potencializando seu nome como alternativa real à polarização entre os grupos do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), candidato à reeleição, e do governador Ricardo Coutinho, que está representado na postulação da professora Cida Ramos (PSB).

O deputado vem contabilizando, também, gradativos apoios ao seu projeto e amealhou, para espanto geral, um número considerável de legendas em seu entorno, com direito ao verniz e charme da coligação com a Rede Sustentabilidade, da ex-senadora e presidenciável Marina Silva.

É inegável que nesse processo Wilson tem crescido em conceito, apresentando uma imagem de mais maturidade, aí incluindo o novo visual com barba, e das idéias de que tem disseminado em seminários nos quais colhe sugestões e se subsidia de críticas e informações de setores da sociedade pessoense.

A candidatura do deputado, a esta altura, deixou de ser uma opção. Para seu projeto político de crescimento, se faz indispensável. Ele precisa dessa visibilidade para sair do pleito maior do que o filho do ex-senador Wilson Santiago. Para o processo eleitoral de João Pessoa, igualmente. O debate, que caminha para ser entre o “nós e eles”, carece de um tempero novo a oferecer mais sabor a esse caldo que a Paraíba inteira, pela importância da Capital, degusta em cada recanto do estado.

Jogo só acaba…
O Governo e sua articulação não vão desistir facilmente de atrair o senador José Maranhão para o apoio à candidatura de Cida Ramos.

…Quando termina
Ricardo tem bala na agulha (cargos na gestão) e algo que faz o olho de Maranhão brilhar: perspectiva de apoio em 2018.

joão dantasDesdobramentos da CPI
Desembarcou no Ministério Público em Campina Grande a documentação da CPI do Tesoureiro, que investigou denúncias de fraudes em licitações e desvios na gestão do então prefeito Veneziano Vital (PMDB). “Agora está nas mãos da Justiça”, enfatizou o vereador João Dantas (PSD), presidente da Comissão.

BRASAS
*Preparando terreno – O ex-deputado Ruy Carneiro organiza e motiva as bases do PSDB com uma motivação: quer aliados para voltar à Câmara.

*Fala Campina! – A caravana do deputado Adriano Galdino (PSB), candidato a prefeito, atraca hoje no bairro da Catingueira.

*Receita própria – Artur Almeida, prefeitável do PPS, defende que Campina Grande incremente sua economia e saia da dependência dos recursos federais.

*Ponto – Nonato Bandeira (PPS), atilado articulador político, está fazendo o dever de casa na coordenação de campanha de Cida.

*Vacinado – Secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio (PSD), vem dando conta do recado e não escorrega nas cascas de banana dos adversários.

*O testa… – Demócrito Medeiros, Moca, autor de denúncia contra licitação da Saúde em João Pessoa, foi o mesmo que pediu a impugnação de Cássio, em 2014.

*Fora do baralho – O deputado Janduhy Carneiro (PTN) contesta o empresário Henrique Maroja, que se diz rifado em Santa Rita. “Ele não se viabilizou”.

FALA CANDINHA!
Provocação
Dona Candinha passou na farmácia de seu Vicente, um apaixonado admirador do PT, e puxou conversa. Antes de sair, perguntou se ele conhecia um remédio que era bom pra tudo. Diante da negativa do velho farmacêutico, a atrevida tascou com um sorriso malicioso: “Impeachment”. E foi embora deixando para trás um petista espumando.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Luciano Cartaxo ainda troca secretários até o final do ano?

alexandremoraesministrojusticaPINGO QUENTE
“Criminalidade preocupa mais do que terrorismo”. Do ministro da Justiça, Alexandre Moraes (foto), sobre a aproximação das Olimpíadas.

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB