João Pessoa, 10 de abril de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
tensão

Cunha responsabiliza Estado, Anísio e Estela por protestos

Comentários:
publicado em 10/04/2015 às 12h18
atualizado em 10/04/2015 às 11h34
A- A+
Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), culpou os deputados estaduais Anísio Maia (PT) e Estela Bezerra (PSB) pelos protestos de movimentos socais e sindicalista contra a sua pessoa na manhã desta sexta-feira (10) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), onde participava de sessão do programa Câmara Itinerante. O presidente também “responsabilizou o Governo do Estado pela falta de segurança no evento”.

Cunha disse que os protestos foram orquestrados por Anísio e Estela, que, segundo ele, não ligados aos movimentos e sindicatos. O presidente da Câmara acusou Estela de proibir a presença e a entrada da Polícia Militar na Assembleia para fazer a segurança da sessão e dos demais parlamentares.

“É uma manifestação coordenada pelo deputado Anísio Maia, que trouxe os manifestantes da CUT para cá. Pela deputada Estela Bezerra do PSB, que parece que é ligada ao movimento LGBT. Esse dois parlamentares introduziram na Assembleia os manifestantes. Inclusive a deputada Estela impediu que a polícia viesse para dar a segurança requisitada pelo presidente da Assembleia. Acho muito estranho o Governo do Estado não ter garantido a segurança em um evento político de outra Casa, demostrando que aqui não se respeita, como Brasília respeita, a independência dos poderes”, afirmou.

A deputada Estela Bezerra reagiu às acusações do presidente da Câmara e disse que vai acioná-lo na Justiça para ele “responder a um processo por injúria”.

Anísio Maia, por sua vez, ironizou o ataque de Cunha e chamou o presidente da Câmara de despreparado.

Cristiano Teixeira – MaisPB